19/08/2011 - 08h:20 Prefeitos convivem com ameaça de morte em MT

Onda de violência contra políticos já fez várias vítimas fatais; executivos andam com escolta

 

Dois prefeitos de Mato Grosso convivem, diariamente, com ameaças de morte motivadas por questões políticas.

Trata-se de Wanderley Perin (PR), que assumiu a Prefeitura de Alto Boa Vista (1.059 km a Nordeste de Cuiabá)  graças a uma decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/MT), que cassou o mandato de Aldecides Milhomem (DEM) por compra de votos, e de Maria Manea da Cruz Vitozzi (PP), de Lambari D'Oeste (339 km a Oeste da Capital).

A onda de violência que impera em Mato Grosso já atingiu o meio político. No dia 23 de julho, foi assassinado, na própria residência, o prefeito de Novo Santo Antônio (1.063 km a Nordeste), Valdemir Antônio da Silva (PMDB).

O prefeito de Nova Canaã (697 km a Extremo-Norte) foi assassinado no dia 2 de agosto, quando participava de uma festa, em um clube da cidade. Ambos os crimes ainda estão em fase de investigação.

Perin informou que as ameaças são diárias e já registrou denúncia na Polícia Civil, que investiga o caso. "Recebi duas mensagens enviadas em meu celular, afirmando que minha vida vale mais do que ficar na Prefeitura. Telefonemas anônimos, pedindo para tomar cuidado, também são freqüentes. O inquérito policial está na fase final e tudo será desvendado", disse.

Diante disso, Perin permanece escoltado por dois policiais militares, cedidos pelo Estado, para garantir sua integridade física. Aos 38 anos, casado e pai de três filhos, a convivência na política lhe obrigou a transferir a família para outro município e mudar sua rotina.

"Já cheguei a dormir dentro da Prefeitura, para não ter problemas. Agora, com a chegada dos seguranças, estou mais tranqüilo. Minha vida mudou completamente, coloquei cerca elétrica e filmadora em todas as entradas da minha casa", afirmou.

Desistência

A rotina cercada pelas ameaças de morte já o leva a refletir, até mesmo, sobre desistir da política. "Moro há 5 anos em Alto Boa Vista e, se soubesse que seria toda essa confusão, não teria ingressado na política. Pela lei, posso ser candidato à reeleição, mas vou avaliar com muita calma essa possibilidade", afirmou.

Repentino

Ameaças repentinas de morte também atingem gestores municipais. Em Colíder (650 km ao Norte de Cuiabá), o prefeito Celso Banazeski (PR) revelou que, recentemente, foi alvo de ameaça de morte.

"Há 60 dias, a janela da minha casa foi alvejada por tiros e recebi vários telefonemas ameaçadores. Tudo leva a crer que ocorreu por causa do despejo de uma rua. Registrei Boletim de Ocorrência e pedi investigação da Polícia Civil que está apurando o caso", informou.

Pistolagem e morte do marido

Em Lambari D' Oeste, a prefeita Maria Manea da Cruz Vitozzi perdeu o marido, Luiz Carlos Alves da Cruz, em 2004, executado com tiro na cabeça. Ele concorria à Prefeitura Municipal e foi morto quando saía de uma reunião política.

Conforme as investigações da época, o crime teria custado R$ 40 mil e foi encomendado pelo ex-vereador Wenyton Salomão, condenado a mais de 20 anos de cadeia, mas está foragido.

Desde que foi eleita prefeita do município, em 2008, Maria Manea convive, diariamente, com ameaças e, em novembro de 2010, a Polícia Civil desmantelou uma quadrilha que pretendia executá-la.

Segundo as investigações, um empresário do município contratou, por R$ 80 mil, dois pistoleiros que deveriam executá-la. Porém, a partir de denúncias anônimas e escutas telefônicas feitas pelo Serviço de inteligência da Polícia Civil de Rio Branco (a 15 km de Lambari), policiais conseguiram prendê-los. O inquérito policial ainda não foi concluído.

Após este episódio, Maria Manea reforçou a segurança particular, dorme em seis lugares diferentes e a residência particular é protegida por cercas elétricas, muros com mais de 20 metros de altura e cães adestrados.

 

RAFAEL COSTA
DA REDAÇÃO

Comentários

Data: 19/08/2011

De: povo revoltados

Assunto: povo

Com essa JUSTIÇA que temos em nosso país com certeza irá mais prefeito,pois o povo estão matando pelo o poder e como não tem justiça,Hoje está permanencendo o ter e não o ser,tento dinheiro pode tudo.....Vergonhoso...

Data: 19/08/2011

De: Denise Miranda

Assunto: morte de prefeito.

gente so Deus pode tira a vida da pessõas,pricipalmente por politica. Vivemos num mundo democratico,uns perdem outros ganham, vamos pensar mais um pouco em Deus.O que não o Poder!!!

Data: 19/08/2011

De: queremos justiça!!

Assunto: justiça

eh uma vergonha mesmo nossa justiça brasileira,mesmo os prefeitos sendo mortos e outros ameaçados ninguem toma providencia,no caso de novo santo antonio por exemplo, o sr acacio esta ai solto , daki uns dias ta la dentro da prefeitura com seus comparsas e nada e feito so perdi quem morre!! aki fica um apelo para nossos governates senhores juizes desembargadores ate quando!!!!!!!

Data: 19/08/2011

De: o povo

Assunto: MORTE DE PREFEITOS

Pois é... tudo isso acontecendo e o TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE MATO GROSO já revogou a prisão de um dos matadores de prefeito, antes mesmo dele ser preso: o Dr. ACÁCIO.
É UMA VERGONHA ESSE NOSSO JUDICIÁRIO!!!!!!!

Novo comentário

OS COMENTÁRIOS É DE TOTAL RESPONSABILIDADE DOS INTERNAUTAS QUE O INSERIR. O REPÓRTER DO ARAGUAIA ONLINE RESERVA-SE O DIREITO DE NÃO PUBLICAR MENSAGENS COM PALAVRAS DE BAIXO CALÃO, PUBLICIDADE, CALÚNIA, INJÚRIA, DIFAMAÇÃO OU QUALQUER CONDUTA QUE POSSA SER CONSIDERADA CRIMINOSA. OS COMENTÁRIOS QUE CONTER NOS ITENS CITADOS ACIMA SERÃO EXCLUÍDOS. TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO ARQUIVADOS ATRAVÉS DO IP E SERVIRÃO DE PROVAS CONTRA AQUELE QUE USAR ESTE MEIO DE COMUNICAÇÃO.