19/08/2015 - Polícia prende suspeito de matar mulher grávida

Policiais da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) prenderam o autor de assassinar a facadas uma mulher grávida de aproximadamente 5 meses, no bairro Nova Conquista, em Cuiabá.

A vítima, H.P.O.R., 19 anos, foi morta no dia 31 de julho e o autor, T.C.O., 20 anos, foi preso na manhã desta terça-feira (18), no mesmo bairro.

O delegado Geraldo Gezoni informou que o suspeito teve a prisão preventiva decretada pela 2ª Vara Criminal de Cuiabá.

De acordo com o inquérito policial, na noite do crime, a vítima teria chamado o suspeito para um local ermo com a intenção de manterem relação sexual. Já portando uma faca, no local, o suspeito decidiu matar a moça.

Depois de receber golpes de faca nas costas, a vítima saiu correndo até casa dela, entrou na área e caiu no quintal.

Ela foi encontrada pela irmã, seminua, apenas com uma blusa e sem as roupas debaixo, ainda com vida.

Em depoimento, a irmã contou que a H.P.O.R. chegou a falar as primeiras letras do nome do suspeito, mas não conseguiu finalizar a frase e morreu, antes da chegada do socorro.

A irmã da vítima ainda contou que, depois, foi até a rua e viu o suspeito sair dos fundos de uma casa em direção a rua. Quando a viu, ele correu.

O delegado Geraldo Gezoni disse que a vítima estava grávida de cerca de 5 meses e há suspeita de que o filho seja do autor do crime.

Exame de DNA irá confirmar a paternidade. Conforme o delegado, os laudos de necropsia e conjunção carnal ainda não foram entregues pela Politec.

A vítima também não tinha registro de identidade, apenas certidão de nascimento, que teria vendido para uma vizinha.

Quando consultada, acusou identidade em nome de outra pessoa. Foi preciso confrontar material genético da vítima com amostra de um membro da família, para confirmar a identidade da mulher assassinada. 

 

Midia News

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário