19/08/2015 - WS: “O Taques virá para ser o número 1; o substituto de Dante"

O deputado estadual Wilson Santos (PSDB) afirmou que a filiação do governador Pedro Taques aos quadros tucanos irá preencher uma lacuna deixada pelo ex-governador do Estado, Dante de Oliveira, falecido em 2006.

Segundo Wilson, Taques será "o grande comandante" da sigla em Mato Grosso.

“O governador virá para ser o número um, o comandante em chefe da nossa agremiação. Desde que Dante de Oliveira partiu, o partido procurava um líder. Agora, chegou o substituto do Dante. Ele terá todas as prerrogativas de comandante”, disse.

Para o deputado, que é líder do Governo na Assembleia Legislativa, a filiação de Taques ao partido irá projetá-lo nacionalmente. 

“Primeiro, que ele é um líder nato que vai comandar uma base experiente. O partido volta a ter um líder com estatura moral, inteligente, com espírito público acima da média, e muito jovem”, afirmou.

“Tudo isso faltava desde que o Dante saiu do cenário. Faltou esse líder. E o Taques irá ocupar esse espaço de líder maior do PSDB estadual - e um dos grandes líderes em nível nacional”, disse.

Reforço para 2016

O deputado ainda disse acreditar que a filiação de Taques irá influenciar nas eleições municipais de 2016.

Ele acredita que o partido irá experimentar um salto quantitativo em relação ao número de prefeitos.

“O PSDB se fortalece muito e vamos sair de dois prefeitos atuais para mais de trinta, na próxima eleição. Essa é uma expectativa real. E política se faz com voto. Quem manda na política é o 'doutor voto'. E o Taques tem voto. Teve quase 900 mil votos. É um 'homem-voto'”, afirmou.

“Não tenho dúvida de que irá arrastar centenas de milhares de votos para nossa legenda. Vamos dar um salto extraordinário no número também de vereadores. E voltar a ser o grande partido do Estado. Não só em quantidade, como em qualidade”, disse.

Wilson disse ainda não saber como será o cenário eleitoral em Cuiabá. Entre as possibilidades está a indicação de um vice na candidatura a reeleição do prefeito Mauro Mendes (PSB). 

“Não houve tempo de discutir. Mas todos os partidos da base do Taques são aliados e simpáticos a um espaço enorme para conversação e entendimentos. Sempre como alvo a melhoraria de vida da população, desenvolvimento justo e sustentável do Estado”, completou.

Anúncio de filiação

As principais lideranças do PSDB, como o senador Aécio Neves (MG), o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, confirmaram presença em Cuiabá, no próximo dia 29, para a filiação do governador Pedro Taques (sem partido).

No início da tarde desta quinta-feira (18), a assessoria de Taques confirmou sua escolha pelo PSDB. 

A decisão do governador amadureceu, principalmente, na última semana. Nos últimos dias, ele manteve várias conversas com o também governador Geraldo Alckmin e com o senador Aécio Neves.

 

 

Douglas Trielli 
Da Redação

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário