19/08/2016 - Repasse de R$1,6 mi proporciona qualidade de vida aos idosos de Confresa

19/08/2016 - Repasse de R$1,6 mi proporciona qualidade de vida aos idosos de Confresa

Ler e escrever. Um sonho de menino, que Melquiades Pereira dos Santos está realizando aos 80 anos, por meio das atividades propostas no Centro de Convivência do Idoso de Confresa (1.149 km a nordeste de Cuiabá). O centro é uma das ações conduzidas pela assistência social d o município, que foi beneficiada com repasses do cofinanciamento social, feitos pelo Governo do Estado de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas-MT).

O recurso subiu de R$ 42.000,00, repassados em 2015, para R$ 51.205,00 em 2016, proporcionando efetivas melhorias no atendimento ao público vulnerável. Melquiades é um dos 300 idosos que frequentam o centro. Além de se tornar uma pessoa “letrada”, o velhinho, totalmente lúcido e ativo, passou a ter um monte de amigos e atividades, que ocupam o seu tempo e o retirou da solidão.

“Eu vim pra Mato Grosso em 1958, fui trabalhar na Gameleira. Sempre trabalhei na roça, no campo e nunca tive tempo de estudar. Agora, depois de velho, eu tive essa oportunidade. Estou muito feliz, principalmente por saber escrever. Eu também fiz amigos aqui, faço aula de leitura, tem dança, bailes, gente pra conversar. A velhice é triste. Tive cinco filhos, mas, apenas uma filha me visita. Aqui encontro com os meus amigos e o tempo passa feliz”, relatou o idoso.

O Centro de Convivência dos Idosos oferece aulas de artesanato em MDF, pintura em tecido, yoga, dança de salão, panificação, artesanato com argila, oficinas de horta orgânica. Também são realizadas atividades lúdicas, grupo de pescaria e apresentações culturais, como coral, festas típicas e folclóricas.

A presidente do Conselho Municipal do Idoso, Cassia da Silva Tocantins, informou que a gestão do Centro de Convivência busca sempre inovar nas atividades e, sobretudo, fazer o acompanhamento psicossocial dos idosos que frequentam o local. “Eles sentem muita solidão. Então, sempre procuramos fazer atividades em grupo e também fora do centro. Toda semana temos uma atividade na praça central, é um momento de descontração e interação com a sociedade. Além dos cursos, que eles aprendem novas atividades que executam em casa, junto com a família”, disse.

Cofinanciamento Social

Em julho deste ano, o Governo do Estado de Mato Grosso iniciou o repasse de R$ 6,5 milhões aos 141 municípios de Mato Grosso. O repasse é feito por transferência direta aos Fundos Municipais de Assistência Social. Já foi destinado R$ 1,6 milhão, outras três parcelas serão repassadas no decorrer deste ano.

“O cofinanciamento é um compromisso e uma responsabilidade do Estado com os municípios. Esse recurso contribui para o aprimoramento dos serviços prestados à população. É gratificante conhecer projetos sociais que colocam em prática os preceitos estabelecidos pelo Creas e Cras”, disse o secretário de Trabalho e Assistência Social Valdiney de Arruda, durante visita técnica ao município de Confresa, nesta segunda-feira (15.08) e terça-feira (16.08).

A secretária adjunta de Assistência Social, Marilê Cordeiro Ferreira, destacou o valor repassado em neste ano é 40 % maior que o repasse de 2015. “Aumentamos o recurso como mais um reforço às receitas municipais, para que Estado e município caminhem juntos na missão de garantir proteção social aos mato-grossenses. Sabemos que em época de crise econômica aumenta a demanda social e não podemos deixar de apoiar os municípios. Procuramos também incluir nos atendimentos serviços de qualificação profissional, para que a população tenha opções de renda, para a efetiva promoção da cidadania”, explicou a secretária.

Serviços Socioassistenciais

Os Cras têm por objetivo a prevenção de situações de vulnerabilidade e riscos sociais por meio do desenvolvimento de potencialidades e aquisições, do fortalecimento de vínculos familiares e comunitários, e da ampliação do acesso aos direitos de cidadania.

O público prioritário em suas ações são os beneficiários de algum benefício da Assistência Social, como o Bolsa Família, o Benefício de Prestação Continuada (BPC) ou outros, ou ainda famílias em situação de vulnerabilidade social devido à fragilização dos vínculos familiares ou com a comunidade.

Nos Creas são atendidas as famílias e ou indivíduos em situação de risco social ou que tiveram seus direitos violados. Além de orientar e encaminhar os cidadãos para os serviços da assistência social ou demais serviços públicos existentes no município, o Creas também oferece informações, orientação jurídica, apoio à família, apoio no acesso à documentação pessoal e estimula a mobilização comunitária.

 

 

Setas-MT
Katiana Pereira

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário