19/09/2013 - PSD pretende eleger sete deputados estaduais e dois federais

Lideranças do partido destacaram o suplente de deputado federal Roberto Dorner, como principal nome da região para a Câmara Federal em 2014

 

O Partido Social Democrático (PSD) começou a montar as chapas proporcionais para as eleições do próximo ano. A expectativa da legenda é eleger sete deputados estaduais e dois federais.

 

A pretensão foi revelada pela cúpula da legenda durante encontro regional realizado na noite desta quarta-feira (18) em Sinop e que contou com a participação de lideranças de 23 municípios da região Norte de Mato Grosso.

 

Da região Norte, o principal nome do partido para disputar a Câmara Federal será do suplente de deputado federal Roberto Dorner, segundo o presidente regional do PSD, vice-governador Chico Daltro e o secretário-geral da legenda, deputado estadual José Riva.

 

“O município de Sinop e a região Norte têm todas as condições de eleger, no próximo ano, o Roberto Dorner, que tem trabalho prestado e será um grande o representante de Mato Grosso na Câmara Federal”, disse o vice-governador.

 

Questionado pela imprensa sobre a possibilidade de apoio do prefeito de Sinop, Juarez Costa (PMDB), a candidatura de Roberto Dorner a deputado federal, o Chico Daltro avaliou positivamente. “É uma conversação local e a consolidação seria interessante para reforçar o nome de Roberto Dorner na cidade”, afirmou.

 

De acordo com Riva, o PSD “aposta todas as suas fichas na eleição de Roberto Dorner para deputado federal”, ao justificar que este é uma liderança que aglutina apoio de várias cidades da região Norte do Estado.

 

Sobre a candidatura a deputado federal, Roberto Dorner garantiu que está à disposição do partido. “Se o PSD quiser que eu seja candidato, vou ser partidário e estou à disposição para o desafio. Na eleição passada, entrei na disputa pouco tempo antes da eleição e conseguimos a suplência na Câmara Federal, agora vamos decidir com antecedência”, analisou o peessedista que sediou o evento e destacou a realização do mesmo para debater o partido na região.

 

ENCONTRO – Realizado para definir estratégias para as eleições proporcionais do próximo ano e receber novas filiações, o encontro regional em Sinop foi o primeiro de oito que o PSD promove até a próxima semana.

 

A deliberação do diretório estadual é pelo fortalecimento das candidaturas a deputados estaduais e federais até dezembro, e em 2014, será iniciada a discussão sobre a eleição majoritária, ou seja, para governo do Estado e Senado Federal.

 

“Fundado há dois anos, o PSD participou da sua primeira eleição no ano passado e elegeu o maior número de prefeitos, vices e vereadores, também temos a segunda maior bancada na Assembleia Legislativa e a maior na Câmara Federal. Então, como já temos boa estrutura, agora é o momento de receber novas filiações que podem ser feitas até 4 de outubro e preparar as bases para construir uma chapa proporcional considerável e fortalecer o partido”, explicou Chico Daltro.

 

Riva justificou que o alicerce da política é a chapa proporcional, por isso a intenção de preparar as candidaturas visando a Assembleia Legislativa e Câmara Federal inicialmente. “Vamos buscar ter candidatos a deputado federal e estadual, de todas as regiões de Mato Grosso. Temos nomes de representatividade para a disputa e vamos aproveitar a base sólida construída nas eleições do ano passado. A nossa intenção é realizar dois encontros regionais por ano para ouvir as bases constantemente”, comentou Riva.

 

Durante o evento, as lideranças municipais das 23 cidades fizeram uma análise do momento do partido em nível local e opinaram sobre a formação das chapas proporcionais.

 

Para o prefeito de Santa Carmem, Alessandro Nicoli, apesar de ser um partido novo, o PSD é grande no Estado e na região. “Temos vários prefeitos na região e a nossa intenção é lançar uma candidatura a deputado estadual da cidade de Santa Carmem, estamos no momento de debater o nome. Encontros como esse são importantes para definir diretrizes da legenda para o próximo ano”.

 

Estiveram presentes no encontro representantes de Lucas do Rio Verde, Nova Mutum, Sorriso, Nova Ubiratã, Itanhangá, Tapurah, Ipiranga do Norte, Feliz Natal, Cláudia, Vera, Marcelândia, Itaúba, Santa Helena, Colíder, Nova Canaã, Nova Guarita, Terra Nova do Norte, Peixoto de Azevedo, Matupá, Guarantã do Norte, Novo Mundo, Santa Carmem e Santa Rita do Trivelado.

 

Além de Chico Daltro, Riva e Roberto Dorner, participaram do encontro os deputados estaduais José Domingos Fraga, Airton Português, Pedro Satélite e Dilmar Dal Bosco (DEM), o secretário de Estado de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar (Sedraf), Meraldo de Sá e o presidente da Empresa Mato-Grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer).

 

PROGRAMAÇÃO - Após encontro em Sinop, o PSD se reúne nesta sexta-feira (20) em Confresa, às 9h, e em Barra do Garças, às 19h. No sábado (21), a reunião acontece em Rondonópolis às 9h, em Cáceres às 14h e em Tangará da Serra às 19h.

 

Na próxima semana, o partido se reúne na quinta-feira (26), às 19h em Cuiabá e na sexta-feira (27), às 19h, em Várzea Grande. A legenda também deve promover encontros em Alta Floresta e Juína, mas ainda sem data definida.

 

O PSD em Mato Grosso conta com o vice-governador, dois deputados federais, cinco deputados estaduais, 39 prefeitos, 15 vices e 276 vereadores.

 

Assessoria

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário