19/11/2014 - Jovem senadora mato-grossense toma posse no Senado

Tomou posse nesta manhã (18), no Senado, a jovem Nathália Janones, primeira colocada no concurso nacional de redação Jovem Senador. Moradora de Cáceres. 

Nathália cursa o terceiro ano do ensino médio na Escola União e Força, e enviou ao Senado a redação com o título “Uma educação que transforma”, texto escolhido entre outras 50 mil redações.

No parlamento, a jovem e outros 26 alunos irão vivenciar a atividade legislativa e poderão propor, inclusive, Projetos de Lei.

“No Senado, vou fazer parte da Comissão de Educação, que conta com nove integrantes. Vamos juntar os Projetos de Lei (PLS) porque ideia é que sejam apresentadas apenas duas propostas por Comissão. Mas a maioria dos jovens senadores apoia meu PLS, porque é mais abrangente e consegue integrar todos os temas que os demais membros haviam sugerido. Minha proposta é voltada para o ensino extracurricular; a escola seria integral, e no período da tarde haveria aula de música, de gerenciamento financeiro, e outras matérias que possam contribuir com a formação cultural dos jovens”, explica a jovem.

Ela conta que, para subsidiar a elaboração de seu Projeto de Lei, fez um estudo em sua escola, para compreender melhor o comportamento dos alunos.

“Fiz uma pesquisa e a maioria falou que, se não fosse obrigatório, não iria para a escola. Então, minha proposta é chamar a atenção do jovem, para que ele sinta prazer em ir à aula. Pretendo modificar a forma estrutural do ensino, que a meu ver, é a simples transferência de conteúdo. É preciso reformular o ensino no Brasil, para que as pessoas tenham acesso à cultura, tenham conhecimento de mundo”, realça.

Na sessão plenária desta quarta-feira, está em pauta duas propostas que foram apresentadas na edição 2013 do concurso, uma delas de autoria da mato-grossense Rafaela de Souza e Silva. No PLS 467/2012, a jovem senadora propôs que os sistemas de ensino identifiquem, até o final do primeiro bimestre letivo, os estudantes dos ensinos fundamental e médio com baixo rendimento ou baixa frequência, para incluí-los em plano de recuperação especial.

A outra proposta, PLS 185/2012, é da baiana Adriele Souza, e modifica a Lei de Diretrizes e Bases da Educação, tornando obrigatória a comprovação de qualificação dos professores em exercício ou contratados para lecionar no ensino básico.

Durante a solenidade de posse, Nathália recebeu um discurso do senador Blairo Maggi, que seria lido esta tarde em Plenário. O senador encontra-se de atestado médico devido a cirurgia que fez no último dia 04, para combater uma inflamação no intestino – diverticulite.

 

“O que mais nos inspira são as palavras dessa aluna, que traz consigo a sede de uma sociedade mais participativa. Em sua redação, ela não só elencou possíveis falhas do sistema político, mas propôs soluções. Disse que se senadora fosse, investiria em muitas áreas e buscaria transformações com foco na saúde, meio ambiente e educação”, enaltece o senador no discurso entregue à aluna.

 

 

Da Redação

Coemntários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário