19/12/2013 - Traficante é preso em estrada cabriteira tentando entrar no Brasil com 45 kg de drogas

O traficante, Raimundo Evaldo Felix Rodrigues, 33 anos, que tentava driblar a fiscalização, próximo a fronteira Brasil e Bolívia, usando uma estrada ‘cabriteira’ acabou sendo preso sábado (14) por policiais do Grupo Especial de Fronteira (Gefron) transportando 45 quilos de pasta-base de cocaína. Para disfarçar o acusado estava num carro Fusca, modelo antigo, cor bege, placas GKW 9737 e passava por uma estrada com pouco movimento. 

Raimundo é morador de Barra do Garças, no bairro Serrinha, onde os familiares ficaram surpresos do envolvimento dele com tráfico de drogas. Além dos entorpecentes, o acusado portava R$ 3.500,00 em dinheiro. Foram apreendidos 46 tabletes de substância análoga a pasta base de cocaína.

Raimundo disse que estava vindo de um sítio de sua propriedade, localizado no Assentamento Triunfo e que estaria indo para cidade onde mora Barra do Garças. Ainda durante a indagação policial, o mesmo entrou em contradição e demonstrando não conhecer bem a região e principalmente, por não ser comum o trânsito de pessoas e veículos naquele horário, o que gerou mais suspeitas por parte dos policiais que realizaram buscas no interior do veículo.

Durante a busca veicular foi verificado pelos PMs que na lataria entre o motor e banco traseiro, havia uma alteração que não fazia parte das características originais do veículo, diante das suspeitas foi feito um orifício no local e constatado que havia dentro 46 tabletes de substância análoga a pasta base de cocaína, cada tablete com aproximadamente um quilo.

Raimundo informou aos policiais que comprou a droga na Bolívia e que veio pela região conhecida por porteira preta, se trata de uma estrada “cabriteira” que liga os dois países. Diante dos fatos Raimundo juntamente com veículo e a droga apreendida foram encaminhados para delegacia da Polícia Federal de Cáceres. (Com informações da Polícia Civil de MT)

 

De Barra do Garças - Ronaldo Couto

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário