19/12/2015 - Zé do Pátio é sacado da CPI do MP para dar vaga a Gilmar Fabris, que sai de licença

19/12/2015 - Zé do Pátio é sacado da CPI do MP para dar vaga a Gilmar Fabris, que sai de licença

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Guilherme Maluf (PSDB), anunciou na tarde desta sexta-feira (18) que o deputado estadual José Carlos do Pátio (SD) foi sacado da titularidade daComissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que irá investigar o Ministério Público (MP) para dar lugar ao líder do bloco minoritário, Gilmar Fabris (PSD).

Leia também:

Max Russi diz que ser presidente da CPI do Ministério Público exige cautela; Leonardo é relator

“Quero anunciar que o líder do bloco minoritário, 
Gilmar Fabris, me comunicou da saída de Zé doPátio da CPI para a entrada dele”, explicou Maluf. Contudo, o deputado Gilmar Fabris sai de licença e pode ficar de fora das primeiras reuniões da CPI do Ministério Público.

No caso de 
Gilmar estar fora da AL quando começarem os trabalhos da CPI, Zé do Pátio atuaria no começo dos trabalhos da CPI. Outra possibilidade é Gilmar ficar fora apenas 30 dias, durante as sessões extraordinárias que devem ser convocadas em janeiro.

Deixado de fora dos membros titulares da comissão, Zé do 
Pátio contou que não queria sair da CPI, mas reiterou respeito à liderança. “Quero deixar claro que tenho interesse em continuar na CPI, mas foi uma decisão do líder do bloco e vou respeitar”, lamentou Zé do Pátio.

Com isso, a configuração da CPI fica com Maxi Russi (PSB) na presidência, Leonardo Albuquerque (PDT) na relatoria geral, além de Gilmar Fabris (PSD), Oscar Bezerra (PSB) e Wilson Santos (PSDB) como membros. A CPi deve ser instalada e dar início aos trabalhos em fevereiro de 2016.

 

 

 

Da Reportagem Local - Laíse Lucatelli/ Da Redação - Jardel P. Arruda

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário