20/01/2012 - Jogador mato-grossense será o capitão da Seleção Brasileira de FA

 

A Seleção Brasileira de Futebol Americano terá um mato-grossense na liderança. O capitão do Cuiabá Arsenal, Igor Mota, também será capitão na equipe nacional. O anúncio foi feito na manhã desta quinta-feira (19/01) pela Associação de Futebol Americano do Brasil (Afab). Para o jogador, a decisão dos treinadores além de ser motivo de muito orgulho e uma responsabilidade gigante. “Com muita humildade agradeço a confiança depositada em mim pelos treinadores e espero poder liderar o time à vitória no sábado”.
 
A notícia foi recebida com surpresa. “No primeiro momento fiquei estático mas logo veio a reação de empolgação”. Igor Mota garantiu que a euforia inicial não deve atrapalhar a concentração e que a torcida terá em campo o máximo de cada jogador. Para ele, todos os escolhidos entendem muito do jogo, e ser capitão não quer dizer saber mais do que os outros e sim colaborar para a unidade do grupo. “Como capitão farei o meu melhor para que a intensidade do jogo seja sempre alta e que não percamos o foco”.
 
A estreia do jogador na nova função será neste sábado durante o desafio internacional entre Brasil x Chile que acontece às 18 horas em Foz do Iguaçu. O jogo poderá ser acompanhado pelo site www.clickfozdoiguacu.com.br.  A partida promete ser um marco histórico para o Futebol Americano no Brasil além de um belo espetáculo para o público presente. “A seleção está pronta para por o nome do Brasil em evidencia. Mostraremos ao mundo que aqui se pratica Futebol Americano de qualidade e que estamos progredindo a passos largos”.
 
O técnico do Arsenal, Clayton Lovett, que também é um dos técnicos da seleção brasileira, acredita que Mota reúne as principais características de um capitão e certamente foi a escolha adequada. “Para ser líder não basta ser um grande jogador, e sim um grande líder e comunicador, dando o exemplo desejado, atitude que ele incorpora muito bem”.
 
De acordo com ele, o jogador coloca os interesses da equipe à frente de tudo, sem pensar em si mesmo e sim nos colegas. “Sinto-me honrado por ter a oportunidade de treiná-lo e é uma honra para o Arsenal Cuiabá ter Igor nos representando como o capitão da Seleção”.
 
Histórico
 
O presidente da equipe, Orlando Ferreira, conta que até 2007, no jogo Brasil 14 x 20 Uruguai, o capitão da equipe era o tackle Hugo Abrão. Na época, Mota jogava como recebedor (wide-receiver) no Arsenal. Em 2008, ele recebeu o bastão de capitão. Para atuar na seleção o jogador mudou de posição, e virou linebacker, que era uma posição carente. “Atuou bem, manteve-se nessa nova posição no Arsenal, assumiu a liderança da defesa e hoje volta à Seleção como capitão!”.
 
Assessoria

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário