20/01/2016 - Empreiteiras receberam mais de R$ 640 milhões do Governo em 2015

20/01/2016 - Empreiteiras receberam mais de R$ 640 milhões do Governo em 2015

Mesmo não tendo investido, como gosta de repetir o governador Pedro Taques (PSDB), “nem um real na obra do VLT” de Cuiabá, a atual gestão estadual pagou em 2015 mais de R$ 640 milhões a empreiteiras que prestam ou em algum momento prestaram serviço ao governo.

 

Levantamento feito pelo MidiaNews com base nos dados fornecidos pelo Sistema de Integrado de Planejamento, Contabilidade e Finanças (Fiplan), hoje ligado à Secretaria de Estado de Fazenda, mostra que pelo menos 24 empreiteiras receberam a maior parte dos recursos investidos pela atual gestão em seu primeiro ano: exatos R$ 642.143.842,99 (veja tabela abaixo).

 

O montante foi utilizado para pavimentação e restauração de rodovias, construção de pontes e manutenção de estradas, além de obras urbanas e amortização de dívidas feitas em gestões anteriores.

 

Não estão incluídos investimentos feitos indiretamente pelo governo do Estado, como por exemplo, na obra do novo Hospital e Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá, cujas empreiteiras (Concremax e Lotufo) são pagas pela prefeitura, mas R$ 50 milhões sairão do cofre estadual. E nem repasses feitos a associações responsáveis por manutenção de estradas.

 

De acordo com o Fiplan, a empreiteira que mais faturou na Gestão Taques, até aqui, foi a Guaxe Encomind, R$ 88,4 milhões – sendo R$ 47,8 milhões repassados nominalmente à Encomind e R$ 40,5 milhões repassados à Guaxe, hoje dona da Encomind.

 

A Encomind é responsável por restaurar 44,3 quilômetros da MT-251, que liga Cuiabá a Chapada dos Guimarães. O contrato de R$ 23,2 milhões foi fechado no último ano da gestão de Silval Barbosa.

 

A segunda empreiteira que mais faturou em 2015 em Mato Grosso foi a Construtora Campesatto Ltda.: R$ 77,8 milhões. Entre outras obras, a empresa trabalha na pavimentação da MT-170, mais especificamente dos 32 quilômetros entre Juruena e Cotriguaçu, municípios do Norte do Estado.

 

A Agrimat Engenharia e Empreendimentos Ltda. foi a terceira que mais recebeu recursos em 2015: R$ 74,8 milhões.

 

A empresa fez a duplicação da Rodovia Mário Andreazza (MT-444) e agora pavimenta 38,6 quilômetros entre os municípios de Água Boa e Nova Nazaré. (Confira na tabela abaixo as principais obras de infraestrutura lançadas na atual gestão).

 

A Construtora Trípolo, com R$ 61,4 milhões, e a Três Irmãos Engenharia, com R$ 46,3 milhões, vêm em seguida como as empreiteiras que mais receberam em 2015.

 

Esta última, que tem como um dos sócios o ex-deputado estadual Carlos Avalone, do mesmo partido do governador, entrou com pedido de recuperação judicial em junho do ano passado. Somente no mês de abril, a Três Irmãos recebeu mais de R$ 23 milhões.

 

Apenas três empreiteiras, das 24 que mais tiveram recebimentos em 2015, fizeram doações em seus nomes – ou no de seus sócios – à campanha eleitoral do governador Pedro Taques.

 

A Sanches Tripoloni, que faturou R$ 42,8 milhões do governo, doou R$ 200 mil à campanha.

 

A Destesa Terra Construções doou R$ 100 mil durante as eleições e faturou R$ 29,7 milhões em um ano.

 

E a JM Terraplenagem e Construções, que doou R$ 500 mil à campanha, já recebeu R$ 20 milhões.

Orçamento de R$ 1 bi

 

Dos R$ 642,1 milhões gastos pela atual gestão com empreiteiras, pouco mais de R$ 400 milhões foram pagos pela Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra), de acordo com o secretário Marcelo Duarte.

 

Segundo ele, a precariedade do setor de infraestrutura em Mato Grosso demandaria hoje um investimento muito maior do que foi feito no ano passado. “Fizemos um levantamento e verificamos que a necessidade, hoje, é de R$ 10 bilhões”, afirmou.

 

“É por isso que estamos pleiteando a criação do novo Fethab, queremos que o governo faça operações de crédito e outras medidas que nos possibilitem fazer investimentos à altura da necessidade de Mato Grosso”.

 

De acordo com Marcelo Duarte, para 2016 a Sinfra tem um orçamento de R$ 1 bilhão, o dobro de 2015, desde que se concretizem os convênios previamente acertados com o governo federal e outros.

 

“Estamos tocando 41 obras de pavimentação dentro do programa Pró-Estradas, sem contar com as restaurações, nas quais vamos atuar fortemente neste ano”, informou.

 

Dentre as obras que o secretário reputa como as mais importantes estão a da MT-251 (Cuiabá-Chapada) e da MT-246 (entre Barra do Bugres e Jangada).

 

Segundo ele, o governo trabalha também na duplicação da MT-040, que liga a Capital a Santo Antônio de Leverger; na restauração da MT-130, que liga as cidades de Primavera do Leste e Paranatinga e possui um alto índice de acidentes por conta da precariedade do asfalto; na pavimentação da MT-423, entre Cláudia e União do Sul; e na MT-220, que liga a BR-163 ao município de Tabaporã.

 

Neste ano, a Sinfra também deve trocar as atuais pontes de madeira da rodovia Transpantaneira por pontes mistas, uma vez que o turismo na região foi prejudicado em 2015 por causa da dificuldade de acesso.

Auditorias

 

Em 2013, o escritório da Guaxe foi alvo da Operação Ararath, que investiga crimes contra o sistema financeiro.  A Polícia Federal investiga transação feita pela Encomind com a Amazônia Petróleo.

 

Em relação ao pagamento de empreiteiras atualmente sob investigação, Marcelo Duarte afirmou que não cabe a ele, mas à Justiça, fazer questionamentos e julgar.

 

“Você assume o governo com contratos assinados e obrigações a cumprir. Todos esses contratos e pagamentos são auditados. O meu trabalho é verificar se a empresa está fazendo o serviço para o qual foi contratada, até porque o que o cidadão nos cobra é a entrega do serviço”, afirmou.

 

“Quando não há ilicitude, temos que acatar os contratos assinados e procurar tocar a obra”.

 

Confira as tabelas abaixo:

 

Empreiteiras que mais receberam em 2015
Empreiteira
Recebimento
Construtora Campesatto Ltda
77.848.977,40
Agrimat Engenharia e Empreendimentos Ltda
74.860.989,88
Construtora Tripolo Ltda
61.451.024,80
Encomind Engenharia Comercio e Ind Ltda
47.883.293,75
Três Irmãos Engenharia Ltda
46.377.677,71
Construtora Sanches Tripoloni
42.845.359,77
Guaxe Construtora e Terraplenagem Ltda
40.522.493,89
Destesa Terra Construções Ltda
29.766.437,63
Construtora Rio Tocantins Ltda
29.720.544,63
Rodocon Construções Rodoviárias Ltda
22.515.774,54
Base Dupla Serviços e Construções Civis Ltda.
22.189.400,48
JM Terraplenagem e Construções Ltda
20.087.742,77
Semec Serviços de Motomecanização e Construções Ltda
16.009.091,72
Apuí Construtora de Obras Ltda
15.325.231,77
Strada Incorporadora e Construtora Ltda
15.311.562,14
Terraplenagem Centro Oeste Ltda.
15.264.482,37
HL Construtora Ltda.
13.501.535,45
Engemat Incorporações e Construções Ltda
10.835.311,33
EBC - Empresa Brasileira de Construções Ltda
10.161.671,29
Engeponte Construções Ltda
9.660.027,44
Dinamo Construtora Ltda
9.573.395,92
Construtora Nhambiquaras Ltda
3.990.261,51
Centro Oeste Asfaltos Ltda.
3.441.554,80
Zopone Engenharia e Comércio Ltda
3.000.000,00
Total
642.143.842,99
Fonte: Fiplan
 
 

Obras lançadas em gestão anterior e retomadas em 2015

Rodovia
Empreiteira
Trechos
MT-100
Sanches Tripoloni
52,64 km (Entre Pontal do Araguaia e Torixoréu)
MT-413
Rio Tocantins LTDA
94,61 km (Entre BR-163 e Santa Terezinha)
MT-020
Base Dupla Serviços e Construções Civil LTDA
33,75 km (De Canarana a Paranatinga, entre km 10,35 e 135)
MT-326
Destesa Terra Construções LTDA
36 km (Entre Nova Nazaré e Cocalinho)
MT-430
Semec – Serviços de Engenharia e Construções LTDA
65,41 km (Entre São José do Xingu e Santa Cruz do Xingu)
MT-240
Agrimat Engenharia e Empreendimentos LTDA
38,67 km (Entre Água Boa e Nova Nazaré)
MT-220
Agrimat Engenharia e Empreendimentos LTDA
47,48 km (Entre Sinop e Tabaporã)
MT-020
Base Dupla Serviços e Construções Civil LTDA
33,75 km (Entre Canarana e Paranatinga)
MT-208
Agrimat Engenharia e Empreendimentos LTDA
59,34 km (Entre Nova Monte Verde e Nova Bandeirantes)
MT-170
Construtora Compesatto LTDA
32,14 km (Entre Juruena e Cotriguaçu)
MT-242
Apui Construtora de Obras LTDA
45,51 km (Entre Itanhangá e Ipiranga do Norte)
MT-220
JM Terraplanagem e Construções LTDA
39,46 km (Rio dos Peixes – Entroncamento MT-410 / Entre Sinop e Tabaporã)
MT-326
Guaxe Construtora e Terraplanagem LTDA
35,25 km (Entroncamento MT-411 – início do asfalto / Entre Nova Nazaré e Cocalinho)
Fonte: Gcom-MT
   

Orlando Morais Jr 

Da Redação