20/01/2016 - Salário da PM de Mato Grosso salta da 16ª posição para se tornar o 7º maior do país

20/01/2016 - Salário da PM de Mato Grosso salta da 16ª posição para se tornar o 7º maior do país

A remuneração da Polícia Militar de Mato Grosso saltou da 16ª posição para se tornar a 7ª maior do país, a partir de dezembro de 2015. Com esse salto de 9 posições no ranking salarial das polícias militares brasileiras, o provento do soldado, referência nessa classificação, passou de R$ 3.067,40 para R$ 3.973,69.

 

Esse valor-base se restringe aos soldados que estão no início da carreira, que acabaram de deixar a academia e ingressaram na carreira militar para o estágio probatório de três anos. Para os soldados que têm mais de três anos há outros dois níveis salariais: R$ 4.470,40 e R$ 5.445,03, efetivados conforme o tempo de serviço.

 

O salário inicial do policial militar mato-grossense fica abaixo apenas de Brasília, Rondônia, Tocantins, Goiás, Santa Catarina e Minas Gerais. Nos demais níveis salariais, a partir do posto de cabo até o maior, coronel, os salários pagos em Mato Grosso se equiparam aos dos estados que figuram entre os melhores salários.

 

O ranking salarial é elaborado anualmente pela Associação Nacional de Entidades Representativas de Policiais Militares e Bombeiros Militares (ANERMB). A última edição é de julho de 2015.

 

Em um texto intitulado ‘Reestruturação salarial – um sonho realizado’, escrito em conjunto pelas associações policiais de Mato Grosso (ASSOF, ASSOADE, ACS-MT e ASMIP), disponível na página da ASSOF, os líderes das entidades representativas escrevem: ”passados longos 15 (quinze) meses desde a sanção da Lei de Reestruturação Salarial(541/2014), finalmente chegamos ao momento mais importante dela, o pagamento da terceira e última parcela”.

 

Continuando, eles expressam: “a caminhada não foi fácil e os obstáculos em determinados momentos pareciam intransponíveis, mas, enfim, conseguimos. Sim, conseguimos, todos nós, Oficiais e Praças da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar unidos, como nunca antes se viu. A terceira parcela entrou em vigor neste dia 01 de dezembro de 2015 e, graças a Deus e ao Governador Pedro Taques, que mesmo com todas as dificuldades por que passa o Estado de Mato Grosso demonstrou grande respeito e consideração por todos os policiais e bombeiros militares e determinou o cumprimento na íntegra da nossa legislação”.

 

 

 

Fonte: AMZ Noticias com Alecy Alves

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário