20/02/2013 - Riva destaca fortalecimento do municipalismo durante posse na AMM

Prefeito de Juscimeira, Valdecir Colle (PSD), o Chiquinho do Posto, assumiu a presidência da entidade

 

O fortalecimento do municipalismo foi novamente defendido pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado José Riva (PSD), durante a posse da nova diretoria da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), realizada nesta segunda-feira (18), na sede da entidade.

 

Na oportunidade, o prefeito de Juscimeira, Valdecir Colle (PSD), o Chiquinho do Posto, assumiu a presidência da AMM para o biênio 2013-2014. Riva lembrou que independente de ser companheiro de partido, espera que o novo comandante da entidade trabalhe pelo fortalecimento dos municípios.

 

“A AMM tem que ser a casa dos prefeitos, muitas cidades não possuem estrutura para contratar profissionais que fazem projetos, por isso a importância da entidade ter criado a Central dos Projetos, que desenvolve esse trabalho para os municípios terem acesso a programas importantes do Governo Federal, levando melhoria na qualidade de vida para a população”, defendeu Riva.

 

Um dos fundadores da entidade em maio de 1983, quando era prefeito de Juara, José Riva parabenizou a gestão do ex-presidente da AMM, o atual secretário de Estado de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar (Sedraf), Meraldo de Sá. “Foi uma administração democrática e produtiva, que colocou fim ao cabide de empregos na AMM e priorizou a elaboração de projetos. Foi muito mais que uma gestão feijão com arroz, o Meraldo fortaleceu a entidade”, elogiou.

 

Com atuação municipalista, Riva defendeu que a AMM continue lutando pela maior distribuição do bolo tributário. Cabe à nossa bancada federal cobrar juntamente com parlamentares de outros Estados, uma reforma tributária “Os municípios são onde a população reside e as cidades ficam com menos de 15% da receita, o que é injusto. O trabalho do prefeito é árduo, mas nobre, pois ele está diariamente ouvindo o clamor do povo”, afirmou.

 

Riva reiterou que Mato Grosso é um Estado rico, mas de municípios pobres. “Temos um diamante a ser lapidado, muita coisa pode ser feita para desenvolver as cidades. Este é o papel da AMM, estar junto com os prefeitos lutando por melhorias”, finalizou.

 

POSSE – Eleito presidente da AMM no dia 31 de janeiro, Chiquinho do Posto venceu Adair José (PMDB) na disputa e durante a posse, falou sobre o fortalecimento da Central de Projetos e do escritório da entidade em Brasília. “Os prefeitos precisam explorar os programas federais que o Governo Federal possui e por isso vamos ampliar esse trabalho. Também defendemos a revisão do pacto federativo, e estaremos junto aos chefes dos executivos municipais cobrando melhorias nas áreas essenciais como saúde, educação e infraestrutura”, comentou.

 

O ex-presidente da entidade, Meraldo de Sá, fez uma breve prestação de contas da sua gestão à frente da AMM e destacou a unidade das prefeituras. “Quando assumi, 26 prefeituras não estavam filiadas e hoje, todas participam. A instituição está enxuta, com foco na elaboração de projetos, sendo que 2.196 foram desenvolvidos nos últimos dois anos”, disse.

 

Presente no evento, o governador de Mato Grosso, Silval Barbosa (PMDB), afirmou que o relacionamento com a entidade é bom e lembrou que a AMM tem o papel de auxiliar os prefeitos com projetos, assessoria e orientação sobre gestão e prestação de contas. “Fortalecer este relacionamento com a entidade é importante, pois quem ganha é a população do Estado”, destacou.

 

KLEVERSON SOUZA

Assessoria da Presidência

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário