20/02/2014 - Vereadores de Aripuanã defendem criação do município de Conselvan

Quatro vereadores de Aripuanã (distante 1.000 km de Cuiabá) estiveram nesta quarta-feira (19) na Assembleia Legislativa para manifestar apoio à derrubada do veto da presidente Dilma Rousseff ao projeto de Lei Complementar que permite a criação, incorporação, fusão e desmembramento de municípios.

Na oportunidade, reforçaram a necessidade da criação do município de Conselvan, localizado a 85 km de Aripuanã. “É um distrito que agrega seis mil habitantes, é forte no setor madeireiro, na produção de café, bacia leiteira, mas precisa de autonomia para se viabilizar economicamente, já tendo todas as condições necessárias”, avaliou o vereador Jonas Canarinho (PR).

Estava prevista para esta terça-feira (18), a apreciação do veto presidencial sobre criação de municípios no Congresso Nacional, em sessão conjunta da Câmara e Senado. Porém, os deputados federais decidiram obstruir e adiar a votação com receio do baixo quórum entre os senadores. A expectativa é que a votação aconteça na próxima semana.

Diante da proximidade da votação, os vereadores de Aripuanã, Jonas Canarinho (PR), Audison Lima (DEM), Irani Rodrigues (Pros) e Evanildo Ferreira (Pros), apresentam Moção de Apoio à derrubada do veto da presidente.

“O sonho desta comunidade é a independência, para buscar o crescimento e desenvolvimento dessa localidade. Nós, vereadores, buscamos incansavelmente para que esse sonho se torne realidade”, afirmou Audison Lima.

Os parlamentares acompanham as movimentações para a votação e caso seja realizada manifestação para a derrubada do veto, prometem comparecer em Brasília para participar do ato.  

Principal defensor da criação de novas cidades em Mato Grosso, o deputado estadual José Riva (PSD) afirma que a criação de municípios aproxima o cidadão do poder público, pois atualmente existem distritos a 200 km de distância da cidade. “Os últimos municípios criados, em 2000 (Itanhangá e Ipiranga do Norte), registram avanços e atendem a população com muito mais eficiência”, disse.

EMANCIPAÇÃO – Em Mato Grosso, existem 56 processos de emancipação, 14 de autoria do deputado Riva. Municípios que podem ser criados em Mato Grosso: Salto da Alegria, de Paranatinga; Capão Verde, de Alto Paraguai; Nova Fronteira, de Tabaporã; Guariba, de Colniza; Nova União, de Cotriguaçu; Santa Clara do Monte Cristo, de Vila Bela; Rio Xingu, de Querência; União do Norte, de Peixoto de Azevedo; Espigão do Leste, de São Félix do Araguaia; Novo Paraíso, de Ribeirão Cascalheira; Paranorte, de Juara; Boa Esperança do Norte, de Nova Ubitaran/Sorriso; Cardoso do Oeste, de Porto Esperidião; Santo Antônio da Fontoura, de São José do Xingu; Ouro Branco do Sul, de Itiquira; Conselvan, de Aripuanã; Japuranã, de Nova Bandeirantes; Veranópolis do Araguaia, de Confresa; Brianorte, de Nova Maringá e Rondon do Parecis, de Campo Novo do Parecis.

 

KLEVERSON SOUZA

Assessoria de Gabinete

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário