20/02/2016 - Polícia Militar do Estado de Mato Grosso, tem alto comando, da cidade de Barra do Garças, envolvido em denúncias graves, feitas nas redes sociais.

20/02/2016 - Polícia Militar do Estado de Mato Grosso, tem alto comando, da cidade de Barra do Garças, envolvido em denúncias graves, feitas nas redes sociais.

Esta semana foi marcada por uma grave denúncia feita pela esposa de um Major da Policia Militar do Estado de Mato Grosso que assinou por: Sthefane Maria Araújo Costa, nas redes sociais.

 

Segundo ela, seu objetivo é que a denúncia chegue ao Governador Pedro Taques, para que o mesmo se pronuncie a respeito do caso, visto que Pedro Taques se destacou em Mato Grosso pelo combate à corrupção e ao crime organizado. O desabafo da mulher, que inicialmente parecia se tratar de um caso de assédio moral ou perseguição no ambiente de trabalho, acabou tomando uma dimensão assustadora revelando acusações de crimes gravíssimos de corrupção, prevaricação, formação de quadrilha e até violação dos direitos humanos.

 

De acordo com a denúncia, a Polícia Militar do Estado de Mato Grosso, apesar de sua estampa moderna e ilibada, ainda possui em seus quadros os “velhos coronéis”, sustentados por seus sobrenomes, tradicionalmente desonestos, truculentos e arrogantes, com orientações comportamentais fundamentadas lá na Ditadura Militar ou na República do Café. Segue na íntegra a publicação.  

                      

“Espero contar com a ajuda dos meus colegas a divulgar violações a direitos que está acontecendo em nosso estado. Meu esposo major Stenio da PM de MT continua sendo vítima do coronelismo e corrupção que impera na Polícia Militar do Estado de Mato Grosso e isso tem afetado a vida, rotina, dignidade, e a saúde mental e física do meu esposo e filho que são Autistas, o que agrava a situação de ambos, consequentemente a minha vida e da minha filha.

 

A falta de escrúpulos por parte desses oficiais superiores  militares no que diz respeito a perseguição e preconceito - pois o oficial major Stenio denunciou  um esquema de corrupção existente no quartel da cidade de Barra Do Garças, foto em que muitos já têm conhecimento - onde os principais envolvidos eram oficiais superiores tendo ciência do fato o Ministério Público -    ultrapassou todos os limites possíveis, não vivo numa terra sem lei, e tenho documentos o suficiente para demonstrar o que aconteceu e continua acontecendo...

 

Me revolto, pois tenho visto o seu sofrimento e as retaliações que o meu esposo têm sofrido simplesmente por ter uma conduta ética e justa, atitude que deveria ser aplaudida e apoiada pela própria instituição e não ser motivo de GRAVE PERSEGUIÇÃO, ao ponto de fazerem reuniões a portas fechadas para decidirem a vida do meu esposo, como se tais oficiais tivessem esse poder.

 

Tenho muito a falar e não só falar mais a PROVAR também, A LEI DO SILÊNCIO ACABOU, pois não aguento mais padecer desta situação. ...preciso ainda ser forte pois como falei tenho um filho especial e um marido especial e DOENTE para cuidar...buscarei forças em meu Deus que até aqui têm me sustentado e na esperança que alguma autoridade desse Estado possa realmente intervir numa cúpula tão corrupta e poderosa afim de fazer valer o direito líquido e certo do meu esposo e o direito que minha família têm de viver em paz.....

 

Não bastasse ver a inversão de valores, onde o estado beneficiou os corruptos com monções de aplausos dando - lhes todo aparato e cobertura necessária para continuarem ilesos e "impuníveis"...

Até pq meus queridos, para vcs verem o grau do poderio, infelizmente os que foram denunciados os que promoveram a moléstia ao Stenio dentro do ambiente laboral GANHARAM UM PRESENTE: HOJE exercem os melhorem CARGOS NA Administração Pública. ... para eles foram lhes dado lugares de destaque e poder......

 

Ou seja, a quem devo recorrer??

Restou - me contar com vcs ajudando me com o compartilhamento de documentos e imagens que lançarei em redes sociais afim de que chegue até o excelentíssimo Senhor Governador deste Estado...na esperança de que ele não esteja a par desta situação e possa tomar as medidas cabíveis, como lhe é de atributo....

 

Não ESTOU PEDINDO NADA, ESTOU REQUERENDO UM DIREITO QUE TÊM SIDO VIOLADO A QUASE DOIS ANOS, POR PRECONCEITO, POIS ELE É O PRIMEIRO CASO DE MILITAR AUTISTA E POR PERSEGUIÇÃO....

 

Pois agora por último, prestes a ser aposentado...Já havido passado por junta médica, parecer Jurídico pelo MTPREV ...ONDE SÓ REQUEREU A JUNTADA DE DOCUMENTOS PESSOAIS.... estando tudo dentro dos conformes como manda a lei…. Já até depois de publicada….

 

A própria instituição a qual foi a causadora de sua moléstia, mais uma vez em sua INCANSÁVEL jornada em PREJUDICAR ainda mais a saúde do meu esposo resolveu por conta própria RESOLVEU ARQUIVAR sem justificativa ou se tiver  justificativa ela é  incompatível ao ato,  o seu processo de aposentadoria.....

 

Enfim....Por esta gota d’água  resolvi exercer o meu direito de liberdade de expressão, já que ele assim não o pode por ser militar. ....mas eu inconformada e com sentimento de desproteção por parte do ESTADO resolvi apelar para esse meio tão útil de comunicação...

 

ISSO É SÓ UMA PRÉVIA. ...PROMETO QUE GRAVAREI VÍDEOS MUNICIADA DE DOCUMENTOS. …MAS ESTOU AGUARDANDO UM PARECER POR PARTE DESTA INSTITUIÇÃO QUE DEVERIA fazer reuniões e poupar suas energias em proteger nossa sociedade....

 

Desde já agradeço a todos vocês que compartilharam…pois a minha família precisa viver com dignidade”.

 

Ass.: Sthefane Maria Araújo Costa

Comentários

Data: 20/02/2016

De: Policial Militar da reserva

Assunto: maj stenio

Fala assim porque não sabe da vida pregressa desse oficial. Ele tem moral para fazer parte desta instituição, muito menos para ser oficial PM. Passaram a mão na cabeça dele e hoje está aí choramingando sem motivos. Seu passado te condena !!!!! Os mais antigos sabem...

Novo comentário