20/03/2015 - Zé do Pátio articula e Solidariedade tira Daltinho da presidência em MT

O deputado estadual Zé Carlos do Pátio articulou e conseguiu convencer a executiva nacional do Solidariedade a destituir  Adalto de Freitas, o Daltinho, da presidência do partido em Mato Grosso. A decisão foi tomada sob alegação de que o ex-dirigente descumpriu decisões do diretório nacional no processo eleitoral de 2014.

 

A nova Comissão Provisória, anunciada na tarde desta quinta (19), será presidida pelo sindicalista Manoel da Força. A primeira vice-presidência está a cargo do líder do Movimento Agrário, Valdir Correa. Para a segunda vice-presidência está acordado o nome do vereador Haroldo Kuzai, como representante da Capital, e a secretaria-geral está sob responsabilidade de Zé do Pátio.

 

O restante da composição da Comissão Provisória está na seguinte ordem: primeiro-secretário, o vereador por Araputanga Arruda Salomé; tesoureiro, Adolfo Grassi; primeiro-tesoureiro, Adão Nunis; secretarias da Mulher, a gestora de Governo de Dom Aquino, Maria de Lurdes Oliveira; dos Movimentos Sociais, Adão da Silva; do Movimento Sindical, Noel Inácio; dos Jovens, o vereador por Reserva do Cabaçal Rosemberg Fracop; dos Aposentados, Sebastião Oliveira, e do Meio Ambiente, Joilson Reis.

 

A direção partidária foi definida com a intermediação do primeiro secretário da executiva nacional do Solidariedade, João Batista Inocentini. “O Daltinho não foi expulso, foi apenas destituído da Comissão. Agora se ele vai ficar no partido ou não, a gente não sabe o andamento daqui para frente”, explica.

 

Segundo Inocentini, a nova Comissão Provisória terá a missão de estruturar a base do partido no Estado. O objetivo principal é concorrer às eleições municipais e futuramente conseguir uma maior bancada de deputados. Para o agora secretário-geral, Zé Pátio, o Solidariedade tem total capacidade para decidir as eleições em 2016, tanto na Capital, como em algumas cidades pólos de Mato Grosso, como Rondonópolis. “O partido tem mais de 100 vereadores. E a maior bancada em Cuiabá pertence ao Solidariedade, tendo força para decidir uma eleição na Capital. Além disso, nosso partido conseguiu em um ano fazer legenda para deputado estadual e filiar mais de mil militantes apenas em Rondonópolis”.

 

Eleições 2014

Daltinho era suplente de deputado estadual e acabou derrotado na tentativa de conquistar vaga na Assembleia em 2014. Descontente com o resultado, chegou a ingressar com ação no TRE para cassar o diploma de Zé do Pátio sob alegação de que o ex-prefeito de Rondonópolis é ficha-suja. A Justiça Eleitoral, no entanto, julgou a representação improcedente.

 

No processo eleitoral, o Solidariedade se coligou ao PSD da candidatura derrotada de Janete Riva e o atual presidente da Comissão Provisória, Manoel da Força Sindical, foi primeiro suplente da chapa ao Senado encabeçada por Rui Prado. (Com Assessoria)

 

 

Jacques Gosch