20/04/2012 - Curso de medicina deve ser instalado em três cidades de MT

 

O ministro da Educação, Aloízio Mercadante, confirmou a implantação do curso de medicina nos municípios de Sinop, Várzea Grande e Rondonópolis. O anúncio aconteceu na última quarta-feira (18), durante audiência com o governador Silval Barbosa (PMDB) e a bancada de Mato Grosso.
 
Segundo Mercadante, o Estado faz parte do programa de expansão do governo federal que pretende ampliar a oferta do curso de medicina no país. A média brasileira é de dois médicos para cada mil habitantes. “Temos grande deficiencia destes profissionais, principalmente em municípios mais carentes, a solução que encontramos foi aumentar a oferta de estudo para a área. A presidente Dilma deve anunciar nos próximos dias a implantação do curso na Universidade Federal de Mato Grosso no campus de Sinop”, explica.
 
O deputado federal Wellington Fagundes (PR), salientou que o anúncio é um grande passo para desenvolvimento dessas regiões. “Já ficou definido que o MEC também deve implantar o curso de medicina em Várzea Grande e Rondonópolis, em parceria com instituições privadas, precisamos agora entregar os projetos necessários para aprovação”.
 
EMENDAS
 
Na ocasião o republicano aproveitou para pedir ao ministro celeridade na liberação de emenda de sua autoria, no valor de R$ 3 milhões, para Universidade Estadual de Mato Grosso (UNEMAT). O valor será empregado na ampliação dos cursos oferecidos pela instituição.
 
Além da liberação desta emenda individual, o parlamentar pediu atenção especial para emenda de bancada no valor de R$ 17 milhões, destinados ao campus da UFMT de Rondonópolis. Com o recurso a universidade vai desenvolver projeto sócio ambiental, que servirá de base para os estudos sobre os impactos da chegada do terminal de cargas da Ferronorte, no município.
 
CÁCERES
 
O primeiro município beneficiado pelo programa do governo federal foi Cáceres. No próximo semestre a UNEMAT já recebe a primeira turma de medicina, o vestibular que acontece nos próximos meses teve a inscrição de 8 mil vestibulandos, que vão disputar 30 vagas oferecidas pela instituição.
 
 
Da Assessoria

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário