20/04/2015 - Delegado de Canarana que não aceitou R$ 500 mil de propina poderá deixar a polícia civil

João Bife Júnior, o delegado que não aceitou R$ 500 mil de propina de um traficante e o prendeu em Canarana, poderá deixar a Polícia Civil. Bife foi aprovado em concurso para promotor do Ministério Público Estadual.

Imagem reproduzida de um vídeo feito pelo delegado da Polícia Civil de Canarana João Biffe Júnior, (a direita na imagem) que mostra o exato momento em que José Silvan de Melo, de 41 anos, acusado de tráfico de drogas, tenta suborná-lo com R$ 500 mil para não ser preso, após ter sido pego em flagrante com R$ 3,2 milhões escondidos na carroceria de uma caminhonete Toyota Hilux.

 

 

Diário de Cuiabá

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário