20/04/2015 - Zumba a onda do momento está fazendo sucesso com as mulheres

20/04/2015 - Zumba a onda do momento está fazendo sucesso com as mulheres

“Perdi 30 kg com a zumba”, conta Juliana, que desistiu de redução de estômago

Conheça a história de superação da veterinária que chegou perto de pesar 100 kg, mas encontrou na dança uma forma de emagrecer com saúde

Quarenta quilos acima de seu peso ideal, Juliana Baldassarri Bizzarri não tinha noção de seu corpo. Após ver algumas fotos que amigos tiraram durante seu aniversário de 30 anos, a veterinária desabou. “Eu não me reconhecia, não aceitava que era eu, que eu tinha ficado daquele tamanho”. Foi quando decidiu fazer uma cirurgia de redução de estômago, ideia imediatamente barrada por seu marido. Preocupado, ele tomou a atitude de matricular a esposa, sem consultá-la, em uma aula de zumba. “Não queria jogar dinheiro fora e fui”, conta hoje, pouco mais de um ano depois do episódio e com 30 kg a menos.

Segundo Juliana, que chegou aos 97 kg no final de 2012, a perda de peso foi toda graças às aulas de zumba, aliada a uma alimentação saudável. No início, a ideia era secar 10 kg, para depois pensar melhor sobre a cirurgia bariátrica. “Mas nessa brincadeira eu emagreci 16 kg muito rápido. Com o emagrecimento, eu comecei a me sentir mais bonita. Aí eu me matriculei em todos os cursos de zumba do clube, fazia três vezes por semana. Hoje faço todos os dias, no mínimo uma vez ao dia, mas às vezes faço até duas, de manhã e à noite”.

Zumba emagrece

A atividade que mistura ritmos contagiantes com movimentos aeróbicos é uma ótima opção para secar. Isso porque uma aula de zumba pode queimar até mil calorias em 1 hora, o que garante o sucesso desse exercício nas academias. E o melhor: ele pode ser praticado por todas, até mesmo por quem acabou de abandonar o sedentarismo, como foi o caso de Juliana. “Eu sentia muita dificuldade no início, não conseguia fazer uma aula inteira. Mas todo dia eu estava lá”.

Segundo o professor Raphael Rosa, da academia Runner, é natural não acompanhar os movimentos no início, mas é totalmente possível se adaptar em pouco tempo. “O importante é respeitar seus limites e não desistir”, incentiva o profissional, que indica interromper a dança sempre que sentir necessidade de beber água ou mesmo se estiver cansada, até conquistar o condicionamento necessário para acompanhar uma aula inteira.

História de superação

Hoje, Juliana continua em busca de chegar ao peso ideal frequentando aulas de zumba, incluindo as novas modalidades da dança, como a zumba step, que é feita com o auxílio do aparelho de step e emagrece ainda mais que a tradicional, além de ajudar a tornear coxas e bumbum.

“A pessoa que é gorda, e eu posso dizer por ter sido gorda, se sente excluída. A gente acha que está todo mundo olhando para a gente, mesmo sem ninguém estar olhando. O bom da zumba é que ninguém repara no outro. Se é gordinha, magrinha, bonita, feia, se dança ou se não dança... o que importa é se divertir”.

Créditos: Arquivo PessoalRedução do estômago não é mais necessária após Juliana perder 30 kg com a dança (Créditos: Arquivo Pessoal)
 

por Ana Flora Toledo

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário