20/05/2011 - 08h:25 Compensação digital de cheques começa a funcionar amanhã

 A rede bancária de todo o país começa a operar a compensação de cheques por meio de imagem digitalizada amanhã (20), em atendimento à determinação do Conselho Monetário Nacional (CMN). Aprovada pelo CMN no mês passado e regulamentada pelo Banco Central na última segunda-feira (16), a medida estabelece prazo de 60 dias para a adequação das agências bancárias de cidades mais distantes e sem infraestrutura informatizada.


A Federação Nacional dos Bancos (Febraban) emitiu comunicado hoje (19) a todas as instituições financeiras lembrando a entrada em vigor do novo sistema de compensação, que está em teste desde julho do ano passado.

De acordo com a entidade, a compensação digital vai permitir o desbloqueio do cheque em, no máximo, dois dias, em qualquer lugar do país, ao passo que a compensação física, como é feita hoje, pode levar até 20 dias nas regiões mais distantes.

Segundo a Febraban, o uso da tecnologia vai reduzir significativamente os casos de clonagem e de roubos de cheques, crimes que, em 2010, causaram prejuízos de R$ 1,2 bilhão para o comércio e de R$ 283 milhões para os bancos. Além disso, a entidade estima que a compensação digitalizada proporcionará economia anual de R$ 100 milhões para as instituições financeiras, porque eliminará as rotas terrestres e aéreas de transporte de cheques.

Ainda não há um cálculo definido sobre os custos de implantação do sistema já que cada banco escolheu seu fornecedor e modelo de operação, que pode ser digitalização na própria agência ou centralizada em outro espaço. Nem mesmo o Banco do Brasil, que é o banco centralizador das compensações, tem como definir os gastos, porque a rede privada de telecomunicações com as outras instituições está em atualização permanente.

Os prazos de compensação diminuem para apenas um dia, nos casos de cheques acima de R$ 300, e de dois dias para cheques de menor valor.

 

Agência Brasil

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário