20/06/2013 - Instalação de Corpo de Bombeiros e POLITEC terá que aguardar concurso público

O deputado Estadual Baiano Filho (PMDB), em uma pauta conjunta com os prefeitos de Água Boa Mauro Rosa e de Confresa Gaspar Lazzari, se reuniu com a cúpula da segurança publica do estado para cobrar a estruturação do setor na região.

 

Em Água Boa, o maior dos problemas tem sido a falta de estrutura para operação da POLITEC, comprometida pela ausência de legista e perito. Apesar do empenho com que buscam solucionar a questão, as negativas do Governo do Estado são constantes. E desta vez não foi diferente. Segundo o diretor da POLITEC Rubens OKada, a perícia está estrangulada pela falta de profissionais. Em 2007, foi assinado um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) entre a POLITEC e o Ministério Publico estabelecendo prazo para a realização de concurso público. Em 2009 o TAC foi prorrogado, e hoje vencido, o governo se vê pressionado a lançar o edital, o que está previsto para 20 de julho.

 

“Nosso contingente pelo tamanho que é está de parabéns, fazem milagre, se desdobram, mesmo todas as explicações não consigo assimilar um contingente tão diferenciado entre os municípios da região, no caso da POLITEC nós somos obrigados a encaminhar os procedimentos para Campinápolis porque não temos legista; outro fator, o município está correndo o risco de perder a homologação da pista de voo porque não temos corpo de bombeiros, isso é sério”, desabafou Maurão de Água Boa.

 

De acordo com Bustamante, o edital para provimento de cargos da POLITEC ainda não saiu por falta de orçamento, mas que mesmo enfrentando um momento financeiro delicado, a realização do concurso é uma prioridade para o governador Silval Barbosa. A instalação da POLITEC também depende da construção de uma sede própria, orçada em cerca de R$ 600 mil.

 

Sobre a instalação do Batalhão do Corpo de Bombeiros, o comandante geral do BM coronel Aderson José Barbosa explicou que a estrutura está trabalhando acima do limite, e que aguarda o lançamento do concurso, cujo edital já está elaborado, para readequar o contingente. Serão realizados dois concursos, o primeiro em 2013 para o provimento de 150 vagas, e o segundo em 2014 com outras 150 vagas. O coronel Aderson acrescentou que outro grande desafio para a instalação do Corpo de Bombeiros é a construção da unidade física padronizada, estimada em mais de R$ 1,3 milhão.

 

O deputado Baiano, que tem se empenhado pela estruturação da região Norte Araguaia, assumiu o compromisso de buscar junto ao governador a ampliação das vagas para o concurso do bombeiro. Sobre as unidades físicas, tanto da POLITEC quanto do Bombeiro, Baiano assumiu o compromisso de que caso o Estado libere as emendas parlamentares, o deputado se responsabilizará em mobilizar os demais parlamentares para a construção das obras.

 

No encontro, o prefeito de Confresa Gaspar Lazzari também apresentou a necessidade de instalação de um Batalhão do Corpo de Bombeiros no município. Gaspar se prontificou com a doação da área para a construção do prédio.    

 

Ainda participaram o comandante geral da Policia Militar coronel Nerci Denardi; o comandante Regional do Corpo de Bombeiros de Barra do Garças Tenente-coronel Arboes Jacob; o diretor geral da Policia Judiciária Anderson dos Anjos Garcia; o diretor geral da POLITEC Rubens Okada, entre outros.

 
 

Naiara Martins

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário