20/06/2014 - Copa: Cuiabá é a segunda cidade brasileira com maior índice de reserva de hotéis

Cuiabá é a segunda capital dos estados que sediam os jogos da Copa do Mundo com o maior índice de reservas em hotéis. O dado é do  Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil (FOHB), que reúne 25 redes de hotéis do país, com cerca de 600 estabelecimentos e 97 mil unidades habitacionais. A capital de Mato Grosso - que seria a sede do Pantanal - só fica atrás de Recife (PE).  

 

O panorama de vendas da pesquisa mostra a média de ocupação por cidade-sede. Os maiores percentuais de ocupação estão nas cidades de Recife (91%), Cuiabá (89%) e Rio de Janeiro (88%). Na sequência estão Natal (84%), Fortaleza e Manaus (82%), Brasília (79%), Porto Alegre (74%), Belo Horizonte (73%), Salvador (70%), Curitiba (64%) e São Paulo (41%).    Para o Ministério do Turismo, a pesquisa serve como termômetro da ocupação de meios de hospedagem em um período de grande demanda. Com pouco mais de 23 mil leitos em hotéis, a procura na capital mato-grossense tem sido grande. 

 

No dia da a partida entre Chile e Austrália, pelo Grupo B, no dia 13 de junho, as acomodações apresentaram cerca de 98% de ocupação. A lotação também será quase completa nos dias 23 e 24 de junho, quando jogam Japão e Colômbia, com 99% de leitos reservados. Campings, aluguéis de casas e albergues do programa cama a café foram alternativas mapeadas pelo Ministérios do Turismo, junto com o governo estadual e municipal para acomodar as visitantes que não encontraram hospedagens em hotéis. 

 

Embora tenha o menor percentual de ocupação devido a sua grande capacidade hoteleira, São Paulo tem 102 mil diárias comercializadas, o maior índice absoluto de reservas entre as cidades-sede. O levantamento foi realizado até o dia 11 de junho, um dia antes do início da Copa do Mundo, oportunidade em que foram registradas 340 mil diárias para os dias de véspera e dias dos jogos da competição, cerca de 100 mil a mais que apresentada nas primeiras semanas de abril.. 

 

 

Redação 24 Horas News

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário