20/06/2016 - Agentes socioeducativos são baleados em MT

20/06/2016 - Agentes socioeducativos são baleados em MT

Os agentes socioeducativos Sidney Carlos da Silva Alves, de 40 anos, e Anderson Márcio Pereira Da Silva, de 36 anos foram baleados na noite de sábado (18), no bairro Sucuri, em Cuiabá.

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) informou que o crime não tem ligação com os ataques ocorridos no último final de semana.

Segundo a Sesp, as vítimas sofreram uma tentativa de latrocínio (assalto seguido de morte).

Os dois estariam trabalhando como segurança de recolhimento de valores do plano de capitalização MT Cap, quando foram abordados por dois criminosos, em uma moto.

Os agentes teriam reagido à tentativa de assalto e foram baleados pelos bandidos.

Eles foram socorridos e encaminhados para o Pronto-Socorro da Capital. O agente Anderson foi baleado na mão esquerda, no ombro e de raspão nas costas. Ele recebeu atendimento e foi liberado da unidade de saúde ainda na noite de ontem.

Já Sidney foi atingido por três tiro nas costas. Até a manhã deste domingo (19) ele continuava internado. Existe a previsão que ele passe por uma cirurgia, na tarde de hoje.

A Polícia Militar fez rondas, porém não encontrou os suspeitos do crime.

O caso será investigado pela Policia Civil.

Casa de agente é alvo de tiros

Ainda na noite de sábado, a casa de um agente penitenciário, localizada em Várzea Grande, foi alvejada com tiros.

A Sesp afirmou, porém, que o alvo não era o profissional.

Segundo a Secretaria, um homem que estava na rua sofreu uma tentativa de homicídio e correu para se esconder na casa do agente prisional.

Os criminosos, conforme a Sesp, dispararam várias vezes contra a residência, na tentativa de acertar o homem. Ninguém foi atingido.

Megaoperação

Desde a noite de sexta-feira (17), a Secretaria de Segurança Pública realiza uma megaoperação para evitar ataques em Cuiabá e Várzea Grande.

Nas ruas, mais de 450 policiais militares e 150 viaturas fazem ações de saturação, com blitz, checagens e bloqueios, para coibir a prática de crimes.

A medida foi tomada diantes dos ataques a ônibus, viaturas e residências de agentes penitenciários, ocorridos no último fim de semana em Mato Grosso.

 

 

 

Midia News

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário