20/08/2012 - Padre é esfaqueado no tórax durante missa na Catedral de Piracicaba, SP

 

Área onde padre foi esfaqueado na Catedral de Santo Antônio, em Piracicaba (Foto: Leandro Cardoso/G1)
 
Monsenhor Jamil Nassif, vigário-geral da Diocese, foi operado e passa bem.
Aos guardas, rapaz de 24 anos disse que atingiu padre por 'ordem de Deus'.
 
 

Monsenhor Jamil Nassif, de 72 anos
(Foto: Câmara de Vereadores)

O monsenhor Jamil Nassif Abib, de 72 anos, vigário-geral da Diocese de Piracicaba (SP), foi esfaqueado na noite deste domingo (19) enquanto celebrava missa na Catedral de Santo Antônio, onde é pároco. Ele foi atingido no tórax e socorrido na Santa Casa de Piracicaba. Segundo a assessoria de imprensa da Diocese, o padre está consciente e com quadro de saúde estável. O monsenhor também se feriu na cabeça e no braço ao cair após o golpe. O padre foi submetido a uma cirugia por volta das 22h30 deste domingo para a colocação de um dreno no local do ferimento, já que houve rompimento de vasos sanguíneos. Ele deve permanecer internado em observação por um período de cinco a sete dias.

A Guarda Municipal prendeu Luiz Fernando Gonçalves, de 24 anos, pelo atentado. Segundo fiéis que acompanhavam a missa, o rapaz entrou pela porta lateral da igreja, ficou por ao menos cinco minutos observando os quadros na parede e, sem motivo aparente, correu pela capela e esfaqueou o padre, que no momento estava na parte de baixo do altar conduzindo o sermão. "O rapaz gritou 'padre, padre', tirou a faca do bolso e disparou o golpe", disse o publicitário Ariovaldo Romano, que ajudou a conter o agressor.>>>

 

Gonçalves foi preso em flagrante e levado para o Plantão Policial de Piracicaba, de onde será transferido para o CDP (Centro de Detenção Provisória) da cidade. Ele deve responder por tentativa de homicídio. Aos guardas municipais, o rapaz disse que esfaqueou o padre "por ordem de Deus". De acordo com informações preliminares, Gonçalves mora no bairro Pauliceia, em Piracicaba, e trabalha eventualmente como guardador de carros na região central do município. O rapaz não aparentava embriaguez ou estar sob o efeito de drogas no momento em que foi preso.

O aposentado Camilo Nelson Pimpinato, que atua como ministro na Catedral, estava no altar no momento do atentado. Ele relatou que houve correria na igreja, que estava lotada para a missa. "Muitos saíram correndo com medo de que o rapaz estivesse armado e atirasse contra os fiéis. Outros ficaram assustados e passaram mal."

A faca usada no crime tem 20 centímetros de lâmina, que se desprendeu do cabo de plástico após o golpe. O monsenhor Jamil Nassif Abib foi atingido no lado esquerdo do tórax, na altura da costela. Não houve comprometimento de órgãos vitais, de acordo com a assessoria de imprensa da Diocese de Piracicaba. O monsenhor nasceu em 4 de março de 1940 no município de  Canitar (SP). Foi ordenado padre em janeiro de 1966 e é pároco da Catedral de Santo Antônio desde fevereiro de 2006.
 

Padre é esfaqueado na Catedral de Santo Antônio, em Piracicaba (Foto: Leandro Cardoso/G1)
Guarda municipal exibe a faca que foi utilizada para ferir o tórax do monsenhor (Foto: Leandro Cardoso/G1)

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário