20/09/2012 - Cuiabá é a única cidade de Mato Grosso com possibilidade de ter segundo turno

 

Em Mato Grosso, apenas na capital, Cuiabá, a eleição municipal tem possibilidade de ser definida em segundo turno. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Cuiabá tem 397.626 eleitores – o segundo turno é realizado apenas nos municípios com mais de 200 mil eleitores em que nenhum dos candidatos a prefeito obtém metade mais um dos votos no primeiro turno.  

Até junho deste ano, Cuiabá tinha 556.298 habitantes, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em 2009, o Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos no município) de Cuiabá, que é o principal polo industrial, comercial e de serviços do estado, somou R$ 9,8 bilhões. A maior parte das riquezas foi constituída pelo setor de comércio e serviços (R$ 6,5 bilhões). O setor industrial respondeu por R$ 1,7 bilhão, representado principalmente pela agroindústria.

O turismo também é destaque na economia do município, até pelo fato de estar situado em uma região de variadas paisagens naturais como a Chapada dos Guimarães e o Pantanal, que estão entre os destinos mais procurados por visitantes tanto do Brasil quanto do exterior.

O estado de Mato Grosso tem 141 municípios e população de 3.035.122 pessoas, segundo dados do Censo 2010 do IBGE. De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Mato Grosso, deste total, 2.170.993 estão aptos a votar nas próximas eleições municipais.

Seis candidatos disputam a prefeitura em Cuiabá: Adolfo Grassi, do PPL; Carlos Brito, da coligação Sentimento Cuiabano; Guilherme Malu. da coligação Cuiabá pra Você!; Lúdio, da coligação Cuiabá Mato Grosso Brasil; Procurador Mauro, do PSOL; e Mauro Mendes, da coligação Um Novo Caminho para Cuiabá.

 

As 25 cadeiras da Câmara de Vereadores serão dispudadas por 532 candidatos.

Edição: Nádia Franco

 

Escrito por Elaine Patricia Cruz Repórter da Agência Brasil   

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário