20/09/2012 - Riva é afastado da presidência da AL após decisão de desembargador

O desembargador Luis Carlos da Costa, da 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), em decisão monocrátoca, nesta quarta-feira (19) afastou o presidente da Assembléia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), José Geraldo RIva (PSD das funções administrativas e financeiras da Mesa Diretora.

Este é mais um embate judicial na trajetória política do parlamentar. Recaem sobre Riva centenas de processos. No entanto, nenhum deles há decisão transitada em julgado, o que lhe permitiu se reeleito deputado estadual e seguir comandando a ALMT.

O processo é referente a uma denúncia do Ministério Público Estadual (MPE) em que Riva é acusado de ter contratado uma servidora fantasma para prestar serviços no Legislativo mato-grossense. A funcionária é filha do desembargador aposentado José Jurandir de Lima.

O MP chegou de solicitar o afastamento de Riva das funções financeiras e administrativas da AL, mas o pedido foi negado pelo juiz Aparecido Bertolucci. Diante disso, os promotores recorreram no TJMT e o desembargador Luiz Carlos da Costa se manifestou favorável pelo afastamento.

Ao Olhar Direto o presidente da AL, que está em viagem pelo interior do Estado, afirmou que a decisão do desembargador é teratológica.

Entenda o caso

Recentemente o MP denunciou José Riva por suspeitas de ter contratado uma servidora fantasma. Segundo a denúncia, a filha do desembargador aposentado, Tássia Fabiana Barbosa de Lima foi contratada pela Mesa Diretora, mas não teria trabalhado, pois no mesmo período cursava a faculdade de Medicina Veterinária, em período integral.

Além do presidente, foram citados como réus na ação o ex-deputado e conselheiro do Tribunal de Contas do Estado Sérgio Ricardo e a servidora, supostamente fantasma. 

Na época, para rebater a ação do MP o deputado estadual afirmou que a denúncia não procedia e disse que assim como a filha do desembargador trabalhou na AL parentes de alguns promotores também prestam serviços na Casa de Leis. “Só porque é filha de desembargador não pode trabalhar? Assim como tem parente de promotor que trabalha aqui na Assembleia”. As declarações do parlamentar resultaram em um segundo procedimento do Ministério Público que apura se há nepotismo cruzado.

 

De Brasília - Vinícius Tavares/Da Redação - Julia Munhoz

Comentários

Data: 21/09/2012

De: sanfa de olho

Assunto: mala

esse cara é considerado o deputado mais corrupito de MT e estara aqui em SANFA para apoiar o 55. ai esta o ditado certo para o senhor Filemom "diga com quem tu andas que te direi quem tu es", cai fora Riva, cai fora Filé, cai fora Biondos e Paivas.

Data: 20/09/2012

De: Eduardo

Assunto: Riva


Esse é o DEPUTADO RIVA do mesmo partido do FILEMON, que estara aqui em São Felix dia 26 dando aqpoio ao seu companheiro. digas com quemandas que eu direi quem tu es.

Data: 20/09/2012

De: O CONTROVÉRSIA

Assunto: POLÍTICA LIMPA

Preste bastante atenção, meu povo, esse sujeito mais sujo que pau de galinheiro, estará pleiteando uma candidatura para governo em 2014, abra o olho, esse individuo está bancando a campanha de dois candidatos aqui em São Félix, que estão indo a reeleição, já foram gastos mais de 50mil REAIS, por cada um, sendo que esse tal de Riva disse que o eleito e mais votado dos dois, será o próximo candidato dele a prefeito aqui em São Félix, isso é o fim da picada para esse município, evite essa tragédia meu povo, tanto para governo como para vereador....ESSES DOIS OU TRÊS, NÃO SERVEM PARA SER GESTORES.

Data: 20/09/2012

De: eleitor de luciara

Assunto: corrupção

esse deputado que esta financiando a campanha do faustinho é a mesma coisa dele, são pessoas sem compromisso com o povo so pensa em ficar bem de vida. mas aqui em luciara vamos mudar o rumo dessa historia, vamos eleger o melhor candidato ao cargo. VOTO 45 VOTO DR° RICARDO E GUZAMAR, VOTO LIMPO.

Novo comentário