20/09/2016 - Caravana da Transformação realiza 2.840 cirurgias oftalmológicas

20/09/2016 - Caravana da Transformação realiza 2.840 cirurgias oftalmológicas

A segunda edição da Caravana da Transformação superou as expectativas da organização e mudou a vida de quase três mil pessoas em Peixoto de Azevedo (a 690 km de Cuiabá) e outros 18 municípios da região, além de pessoas que vieram do Pará para receber os benefícios em saúde do evento.

No total, 2.840 cirurgias oftalmológicas foram realizadas: 2.323 de catarata, 383 de pterígio e 134 de capsulotomia (Yag laser). O número de consultas também alcançou o previsto, registrando 6.747 pessoas. O número de procedimentos, envolvendo todos os exames em oftalmologia ofertados pela Caravana, somaram 38.375.

Para o coordenador-geral da Caravana, o secretário de Governo José Arlindo Oliveira, o Governo do Estado se baseou na primeira edição realizada em Barra do Bugres, no mês de julho, quando 1.873 cirurgias de catarata e 27 mil procedimentos foram realizados.

“Atendemos mais pessoas do que tínhamos previsto. Saímos daqui com cerca de duas mil pessoas agendadas para cirurgias por um escritório regional que montamos em Peixoto e atendemos quase mil a mais, recebendo uma demanda espontânea que veio até mesmo do Estado do Pará”, disse.

Com a mudança na vida de pessoas que, em poucos minutos, voltam a enxergar após vários anos, a Caravana da Transformação muda não somente a vida da população, mas também do servidor público.

“No dia-a-dia temos a conduta mais centrada na burocracia. Quando você está no seu gabinete e chega um problema, tem um tempo para tratar dessa questão e geralmente resolvemos no nosso expediente, com ofícios e tudo o mais. Na Caravana, temos contato direto com o cidadão e não tem como isso não envolver todos os envolvidos. Isso encanta o servidor que participa da Caravana: a amabilidade e o carinho que recebemos em troca”, afirmou José Arlindo.

Vários casos de pessoas que viviam com catarata total foram acompanhados desde o primeiro exame, quando chegaram na Caravana, realizada na Vila Olímpica de Peixoto de Azevedo. É o caso de 
Jane Paz, de 53 anos, que após sete anos voltou a enxergar, assim como Isac da Silva Gonçalves, de apenas 27 anos, que nunca tinha visto a luz do dia e agora pode retomar os estudos.

“Muitas vezes que acompanhamos o atendimento de uma pessoa, vemos que nem elas mesmas esperam esse resultado imediato. Quando elas se emocionam, a gente se emociona também. A Caravana está transformando a população e também o Governo”.

Cada pessoa que passa por uma cirurgia na Caravana da Transformação passa por três consultas de pós-operatório: uma após 48 horas, outra após sete dias e uma terceira após 30 dias. Até a última sexta-feira (16.09), 2.206 pessoas já haviam passado pelo pós-cirúrgico em catarata e 290 pelo pós em pterígio.

A empresa 20/20, responsável pelos procedimentos, continua na cidade acompanhando cada caso e, após os 30 dias passados da cirurgia, retorna para garantir a boa recuperação dos pacientes.

  • Caravana da Transformação realiza 2.840 cirurgias oftalmológicas
  • Caravana da Transformação realiza 2.840 cirurgias oftalmológicas

Euziany Teodoro | Gcom-MT

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário