20/10/2015 - Funkeira é presa durante show acusada de participação em assassinato

20/10/2015 - Funkeira é presa durante show acusada de participação em assassinato

A cantora de funk Talita Almeida Batista, que utiliza o nome artístico de ‘MC Lokinha’, foi presa em uma ação policial durante uma apresentação em casa de shows na cidade de Sinop, a 500 km ao Norte de Cuiabá. A MC - que foi presa no camarim quando se preparava para apresentação - é acusada de participar de um assassinato em Várzea Grande.

A prisão foi realizada em conjunto pelos policiais da Delegacia de Roubos e Furtos de Sinop e Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) por volta das 2h da madrugada de domingo, 18. O mandado de prisão preventiva foi expedido pelo juiz da comarca de Várzea Grande, Otávio Vinícius, na data de 8 de outubro.

O delegado Ugo Rek, titular da Derf, explicou ao Olhar Direto, que a jovem demonstrou surpresa ao ser presa. ‘Ela é suspeita de integrar uma quadrilha de traficantes e ao que me parece ela atraía às vítimas para que os comparsas matar', relatou o delegadp.

Ao Olhar Direto, delegado pontuou que a operação exigiu muito cuidado considerando que a cantora era a principal atração do show e a casa estava lotada. “A segurança do ambiente não era das melhores e no local era forte o odor de entorpecentes”, declarou.

A garota foi encaminhada para a DHPP, em Cuiabá, poucas horas depois da prisão. Na cidade ela atuaria no show ‘se o namoro não deu certo, a putaria te abraça”.  

 

 

Olhar Direto

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário