20/12/2012 - SECOM de MT esconde outra "caixa preta"

Não, não estamos falando de outro Estado e tampouco quero cortar o cabo do Pão de Açúcar com canivete. É fato e lamentável. Mas o Governador Silval Barbosa está perdendo a chance de se "livrar" de dois incompetentes.

Se a relação de Silval e Carlos Bezerra sobrevive graças a este acordo, foi um dos piores celebrados pelo Governador

Sob o comando de dois indicados políticos, o antipático imexível Carlos Rayel, que é indicação de Carlos Bezerra e o outro intratável Haroldo de Souza, o super poderoso da rede Continental de Rádios, a SECOM - Secretaria de Comunicação de Mato Grosso, segue no Governo de Silval Barbosa sob uma caixa preta. Uma bomba relógio com data para explodir.
As denúncias na SEDTUR em breve explodirão sobre a SECOM, pelos laços umbilicais entre ambas.

Despesas astronômicas, interferência e gerência de Elpídio e Cláudia, os verdadeiros "manda chuva" da SECOM e quem "escolhem" a quem e aos veículos que devem ser privilegiados com a gorda conta do governo do Estado, a SECOM segue ignorando o  restante do Estado.
Ninguém entende o poder desta dupla nefasta.

Enquanto sites de Cuiabá e de apadrinhados do PMDB, jornais que tem forte e umbilical ligação com o Governo, a comunicação do Estado se distancia dos projetos políticos do Governador Silval Barbosa, descomunicando os objetivos.
Nada é divulgado e nada foi modificado positivamente.
Diferente de quando Osmar de Carvalho comandava a pasta, a SECOM de MT hoje é a pior secretaria de governo.

O TCE já classificou como "suspeitas" algumas das prestações de contas da SECOM MT, mas tudo foi devidamente abafado, já que os principais veículos tem sido privilegiados e os demais, desde janeiro, estão ao léu pois, como empresa de comunicação que são, foram preteridos em favor de uma minoria.
A quantia recebida em favor do Grupo Gazeta é astronômica, assim como revistas de apadrinhados, o que envergonha e muito a produção jornalística séria de MT.
A SECOM MT chega ao ponto de fazer pagamentos a pessoas físicas (pasmen).

Se as pretensões de Silval Barbosa em assumir cargo eletivo existem, o governador precisará tomar atitude.
O Governador é muito mal visto no interior do Estado, e no Araguaia ainda mais depois do advento em Suiá Missu, mesmo com seus esforços, são mal divulgados e desampara uma categoria tão imprescindível, que Blairo Maggi sabia gerir com maestria e Silval Barbosa derrapa na incompetência de seus comandados...triste garimpo! ,como diz o Vila.

 

FONTE: PERSPECTIVASMT / BEATRIZ BARBOSA