20/12/2015 - Taques afirma que só “bobó cheira-cheira” acredita que ele mandou prender Silval Barbosa

20/12/2015 - Taques afirma que só “bobó cheira-cheira” acredita que ele mandou prender Silval Barbosa

O governador Pedro Taques (PDT) afirmou que somente quem é “bobó cheira-cheira” acredita nas terias aventadas sobre uma ordem dele para as prisões do ex-governador Silval Barbosa (PMDB), do ex-presidente da Assembleia Legislativa José Riva  e de ex-secretários de Estado da gestão passada. A declaração foi dada em entrevista durante o programa Conexão MT, da Band, apresentado por Lino Rossi.

“Só bobo cheira-cheira acredita nisso”, resumiu, quando terminou de comentar o assunto, na quinta-feira (17). Antes, no entanto ele atribuiu a criação dessas “fofocas” a grupos de “revolucionários do whatsapp”, em referência ao mais popular aplicativo de troca de mensagens instantâneas, no qual vários grupos de debate político se formaram em Mato Grosso.

“Sempre tem aqueles revolucionários de buteco. Sexta-feira a noite e diz que vão fazer tudo na segunda. Acho até divertido, tem que ter isso na democracia. Agora tem os revolucionários de whatsapp, essa praga da humanidade, whatsapp. Esse revolucionários fazem grupos e ficam fazendo fofoca. O Poder Executivo não prende ninguém. Quem prende é o Poder Judiciário. Mas isso não é Mato Grosso. Estão dizendo agora que a presidente 
Dilma mandou fazer as buscas e apreensões”, argumentou.

Do governo passado, além de 
Silval Barbosa, estão preso os ex-secretário Éder Moraes, Marcel De Cursi e Pedro Nadaf. O Ministério Público os acusa de terem operacionalizada um esquema de desvio de verbas públicas e extorsão de empresários através dos programas de concessão de incentivos fiscais. Silval e Eder também são investigados pelo Ministério Público Federal e Polícia Federal naOperação Ararath, na qual já foram bloqueados quase meio bilhão de reais desviados do erário.

 

 

 

Da Redação - Jardel P. Arruda

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário