21/01/2014 - É hora de consolidar o desenvolvimento de São José do Xingu.

Participe você também!


São José do Xingu – MT vive um momento impar em sua história. Depois de 22 anos de emancipação o município passa por um momento transformador e revigorante. Conhecida como a “Capital do Boi Gordo” pela pecuária extensiva desenvolvida ao longo de décadas, hoje se destaca cada vez mais pela produção de grãos, especialmente soja e milho.


Entre os municípios vizinhos, conforme dados fornecidos pelo instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) a safra 2012 do município foi de 38.400 toneladas de soja, quantidade que superou municípios como Confresa – MT (3.400 ton.), Vila Rica – MT (15.800 ton.), Porto Alegre do Norte – MT (13.176 ton.) que se destacam na região pela maior infra-estrutura e investimentos tanto do Governo Federal e Estadual, ou seja, mesmo carente de investimentos, São José do Xingu supera com propriedade e competência seus vizinhos na produção de soja, momento este ainda não vivido em sua história.


Não menos importante, apenas São Félix do Araguaia – MT produziu mais grãos que São José do Xingu – MT, com um total de 69.424 toneladas, o município se destacou no cenário por agregar em sua conta toda produção do Distrito Espigão do Leste, mais conhecido como “Baianos” as margens da MT 322 (Antiga BR 080).
Todos esses dados, conduz ao um pensamento: Como é possível um município que contribui de forma tão efetiva para a balança comercial do país, não usufruir de tratamento diferenciado (Investimento), considerando que os impostos arrecadados tanto na pecuária, como na agricultura servirem para promover o desenvolvimento nacional, estadual e principalmente “regional”.


O Governo do Estado, através do programa MT Integrado e especificamente em seu último ano de mandato, estará nos próximos dias no município para assinar a ordem de serviço da pavimentação da MT 322. Adendo, “total ou parcial” só o tempo e o papel dirá! 


É importante lembrar a todos os cidadãos que usufruirão do investimento, que a participação popular nesse momento histórico torna-se imprescindível. Claro! Se forem consideradas as experiências das pessoas mais tradicionais, que sempre diziam em seus encontros: “Quem não é visto, não é lembrado”. Esse adágio popular tem sua vertente de verdade.


Portanto, mobilizem-se e ajudem São José do Xingu a se torna memorável para o nobre visitante, Governador do Estado de Mato Grosso Silval Barbosa, senão resultar em nada, pelo menos será possível provar que somos capazes de contribuir com o Desenvolvimento Local, ao invés de ficarem apenas nas portas dos botecos, pontas das esquinas e praças reclamando da situação.

 

 

 Lima Araújo/O Repórter do Araguaia

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário