21/01/2015 - Saúde em Santana do Araguaia vai ao abismo e paciente é imobilizado com papelão

Visto como uma das ultimas fronteiras agrícolas do Brasil, dono de uma economia pujante e com mais de 60 mil habitantes, Santana do Araguaia, município vizinho ao nordeste de Mato Grosso, tem se tornado destaque envolvendo a atual administração.

Caminhando para o terceiro ano de mandato como gestor municipal, o prefeito Eduardo da Machado, até agora não conseguiu cumprir metade das promessas feitas no palanque e nas reuniões que realizou com a população, onde prometia transformar o município no modelo de gestão para os demais municípios da região sul do Pará, e do Estado.

As principais promessas de Eduardo da Machado foram as de que em seu governo a área de  saúde do município iria funcionar de uma forma tão positiva que a população iria se orgulhar de ser atendida nos postos de saúde e no hospital municipal.

Passados 24 meses desde que assumiu o posto de gestor municipal, o que a população comenta é de que o município vive uma das maiores crises em se tratando de gestão. Ruas escuras e esburacadas, falta de sinalização no trânsito, salários de servidores e fornecedores atrasados, fazem parte dos comentários feitos nas rodas de conversas e nas redes sociais.

Existem aqueles que dizem que a administração do atual gestor municipal é uma das mais desastrosas que o município, já possuiu. A área de saúde é uma das mais afetadas na gestão de Eduardo da Machado, onde faltam médicos e medicamentos nos hospitais e postos de saúde.

O retrato do descaso pode ser constado no caso dos acidentes dos jovens Rafael e Victor, vítimas de atropelamento. Um dos jovens sofreu fratura na perna e teve que ser encaminhado para o Hospital Público Regional de Redenção, por falta de atendimento médico ortopedista na rede municipal. Dois agravantes mostram o descaso e o caos que se instalou na saúde pública de Santana do Araguaia, por falta de material hospitalar adequado.

Os enfermeiros que fizeram o atendimento de um dos pacientes utilizaram pedaços de papelão e pedaços de gases. A remoção foi feita por uma ambulância do município de Santa Maria das Barreiras, por que a ambulância de Santana do Araguaia estava sem pneu de estepe.  A situação causou muitos comentários nas redes sociais onde, a maioria dos internautas, criticou a atual gestão municipal pelo caos na saúde do município.

 

 

Jornal da Notícia
com Dinho Santos

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário