21/03/2014 - Obra no rio Tocantins dará nova dinâmica à economia do Mato Grosso e do Pará, afirma diretor do DNIT

Presidenta Dilma Rousseff durante cerimônia de lançamento do edital do Pedral do Lourenço e entrega de máquinas a municípios do Pará. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

O edital de licitação dos 43 quilômetros de extensão do Pedral do Lourenço no Rio Tocantins, será lançado nesta quinta-feira (20), em Marabá (PA). Após o processo de derrocamento do Pedral, será viabilizada a navegabilidade do rio Tocantins, permitindo a operacionalização da hidrovia durante o ano todo e chegando a uma capacidade de transportes calculada em até 20 milhões de toneladas por ano para 2025, em grãos, minérios e carga geral.

“A grande importância do derrocamento é fazer com que esse canal seja navegável de modo que crie as melhores condições para que o setor produtivo do Pará e do Mato Grosso utilize as hidrovias do Tocantins até os portos de Belém e faça com que a riqueza produzida no interior do país agregue valor para sua população, dê uma nova dinâmica à economia e melhore a qualidade de vida regional”, afirmou o diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) , general Jorge Ernesto Fraxe.

A conclusão da obra, prevista para 2018, vai permitir a redução do custo do transporte e o aumento da competitividade dos produtos brasileiros no exterior, com integração aos modais ferroviário e rodoviário. A obra será licitada por meio do Regime Diferenciado de Contratações (RDC), por contratação integrada.

O derrocamento é a remoção ou destruição de pedras ou rochas submersas, no chamado Pedral de São Lourenço, no rio Tocantins, acima das eclusas da Hidrelétrica de Tucuruí. A obra irá propiciar a melhoria das condições de escoamento – pela hidrovia do Tocantins – de toda a produção mineral, agrícola e da pecuária sob sua área de influência, com destino ao porto e terminais localizados em Vila do Conde (PA) e no baixo Amazonas.

 

Escrito por assessoria

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário