21/04/2015 - Guardas municipais são presos por embriaguez e porte ilegal

Três guardas municipais de Várzea Grande foram presos durante uma "algazarra" ocorrida durante uma festa de santo na região do Distrito do Aguaçu, em Cuiabá.

Um dos guardas foi preso por embriaguez ao volante e os outros dois, por porte ilegal de arma.

A prisão ocorreu no domingo (19), por volta das 23h30.

Testemunhas disseram que eles estavam fazendo manobras perigosas em um Corolla, que pertence a um deles. Policiais militares foram acionados e prenderam os três.

Conforme os PMs, dois deles, que estavam como passageiros do automóvel, estavam armados com uma pistola 380mm e um revólver calibre 38, que não eram da corporação.

Os três foram levados para o Plantão Metropolitano da Capital, onde o motorista foi autuado por embriaguez ao volante. Ele se recusou a fazer teste de bafômetro, mas os PMs preencheram o anexo II da Resolução 432 do Denatran, que determina a existência de duas testemunhas de que o motorista estava sob efeito de álcool.

Policiais plantonistas informaram que os três foram liberados após pagar fiança. O motorista pagou R$ 788 por embriaguez e os demais, R$ 1.576 cada, por porte ilegal.

Eles vão responder em liberdade pelo crime. 

 

Adilson Rosa

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário