21/06/2012 - Mais de 330 kg de drogas apreendidas em Cuiabá são incinerados

 

Apreensões foram feitas pela Polícia Civil entre 2009 e 2012.
Incineração integra Semana Estadual de Prevenção às Drogas em MT.

 

Mais de 330 quilos de drogas apreendidas nos anos de 2009 e 2012 foram incinerados, na tarde desta quarta-feira (20) pela Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso por meio da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE). A queima de entorpecentes abre oficialmente, na Grande Cuiabá, a 11ª Semana Estadual de Prevenção às Drogas, que traz o tema: a melhor brincadeira é ficar longe das drogas.

 
Foram destruídos 331 quilos de drogas, sendo 125 quilos de cocaína e 206 quilos de maconha, além de 1080 comprimidos de esctasy. O entorpecente deu origem a mais de 800 procedimentos policiais, entre inquéritos policiais e termos circunstanciados de ocorrências, todos com pelo menos uma pessoa presa. Os TCO’s são referentes aos anos de 2011 e 2012 e os inquéritos, a maioria de 2009 e 2010. Apenas três inquéritos são de 2012.
 
No volume de droga incinerada nesta quarta-feira, estão 192 quilos de maconha, apreendidos no dia 18 de maio passado e mais de mil comprimidos da droga sintética esctasy. A maconha foi apreendida em uma carreta, na Rodovia dos Emigrantes, em Cuiabá, que seguia para o Rio Grande do Norte, mas o entorpecente seria deixado no estado da Bahia. O motorista do caminhão foi preso.
 
Duas grandes apreensões de esctasy foram realizadas neste ano pela Delegacia de Entorpecentes. A primeira ocorrida no dia 2 de fevereiro, culminou na apreensão de cerca de 800 comprimidos, 4 mil euros, R$ 400, e prisão de dois homens do de Mato Grosso do Sul. No dia 15 de março a Polícia Civil voltou a apreender 298 comprimidos da droga sintética com uma pessoa, no bairro Boa Esperança.
 
Todos os procedimentos de drogas são encaminhados para a 9ª Vara Especializada em Delitos de Tóxicos, que passou recentemente por mudanças na titularidade. O juiz da 11ª Vara Criminal, Marcos Faleiros
da Silva, foi designado provisoriamente para acumular a 9ª Vara de Delitos de Tóxicos, considerada uma das maiores vara criminal do Fórum de Cuiabá, em número de processos. A Vara mantém atualmente 656 presos por tráfico de drogas.
 
Segundo a delegada Alana Cardoso, titular da Delegacia Especializada de Entorpecentes (DRE), tem havido aumento substancial nas prisões e apreensões de drogas. “Em média são encaminhados, por semana, 20 flagrantes de presos ao Fórum. Somente em maio a Justiça homologou a prisão de 77 traficantes”, disse a delegada.
 
A delegada disse que a maior parte da droga queimada foi apreendida em ações da Polícia Civil e Polícia Militar na Grande Cuiabá. “Este ano tivemos um acréscimo de 50% de apreensão no Estado inteiro. Em Cuiabá e Várzea Grande o aumento de prisões das condutas de tráfico aumentou mais de 100%”, afirma Cardoso.
 
Do G1 MT

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário