21/06/2016 - O voo inaugural ligando Cuiabá a Sorrisso foi na tarde desta segunda-feira

21/06/2016 - O voo inaugural ligando Cuiabá a Sorrisso foi na tarde desta segunda-feira

O vice-governador Carlos Fávaro participou nesta segunda-feira (20.06) da inauguração do primeiro voo da empresa aérea Azul com destino ao município de Sorriso, partindo do Aeroporto Marechal Rondon. Conforme a Azul, a operacionalização da nova rota foi possível graças ao Programa Estadual de Incentivo à Aviação Regional (Voe MT) coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec), cuja lei foi sancionada em abril deste ano pelo governador Pedro Taques.

Fávaro ressaltou que integra a política do governo auxiliar o processo de expansão de vôos regionais também com investimento em infraestrutura, e cita como exemplo os aeroportos de Tangará da serra, Cáceres e Pontes e Lacerda como potenciais. Conforme o vice-governador, o incentivo motivará empresas a operarem voos regionais e interligarem ainda mais o estado, que tem dimensões continentais.

“Dar incentivo fiscal para a regionalização de voos vai ser um grande diferencial, não só na questão econômica, mas também nas oportunidades que o cidadão vai ter. Tenho certeza que muito em breve estaremos aqui anunciando o vôo para integrar mato grosso com a America do sul, por Santa Cruz de La Sierra”, complementou o voce-governador.

O pouso da aeronave da companhia aérea Azul Linhas Aéreas em Sorriso marca também a inauguração do Aeroporto Regional Adolino Bedin. Comportando 72 passageiros, a aeronave começa a operar para a cidade de Sorriso com voos três vezes por semana, e ainda no segundo semestre, a companhia terá rota diária para Barra do Garças.

Sorriso é a quarta cidade interligada com a capital por uma companhia aérea. á são operados vôos para Sinop, Rondonópolis, e Alto Araguaia. Para o secretário de Desenvolvimento Econômico, Seneri Paludo, o caso de Sorriso é exemplar. Com a parceria do Governo do Estado, e com a participação da prefeitura, o município teve investimento para ter a infraestrutura necessária para receber os voos. 

“Esse é o papel de uma boa política pública, onde você traz incentivos não apenas pró-empresa, mas pró-mercado, onde você dá uma competitividade igual para todos, com regras claras. Automaticamente empresas com a Azul fazem novos investimentos e trazem o desenvolvimento não só pra capital, mas para todo o estado de Mato Grosso’, explicou Seneri do Voe MT.

O diretor de Relações Institucionais da Azul, Ronaldo Veras, afirmou que a parceria só foi possível por causa do Voe MT. “Tudo isso demonstra que essa parceria tende a crescer por causa da reciprocidade por parte do governo de Mato Grosso. Este é apenas o começo, estamos avaliando a operação internacional partindo de Mato Grosso. Tivemos a visita do governador e já devemos anunciar algumas novidades nesse sentido”.

Estiveram presentes ao voo da Azul os secretários Eduardo Moura, do Gabinete de Desenvolvimento Regional; Marcelo Duarte, de Infraestrutura e Logística; deputados estaduais Wagner Ramos e José Domingos; e o presidente do Conselho Estadual da Confederação Nacional do Turismo, Jaime Okamura.

Voe MT
O programa trata do fomento e democratização do transporte aéreo, diversificando as cidades a serem atendidas com voos regulares. As companhias aéreas que abrirem vôos no estado podem obter redução da alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para compra de querosene de aviação por meio do programa Voe MT, criado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec).

 

A redução é progressiva, de 20% a 84% e o percentual varia conforme a quantidade de municípios mato-grossenses atendidos pela empresa aérea, ou seja, quanto mais a empresa viajar para o interior do Estado, mais incentivos ela vai ter. Atualmente as companhias aéreas pagam uma alíquota de 25% na compra do combustível.

 

 

 

Lorena Bruschi | Vice-governadoria

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário