21/07/2014 - Riva condena baixaria e diz que Taques tem “Comitê da Maldade”

Candidato ao Governo do Estado, o deputado estadual José Riva (PSD, acusou o senador Pedro Taques (PDT), seu adversário na eleição majoritária, de operar um “comitê da maldade” na disputa deste ano.

“Os comitês da maldade existem, principalmente do senador Pedro Taques. Ele tem um comitê e muito bem dirigido. Basta olhar para os vídeos que estão aí, que vão soltar... Não tem problema! Nós vamos enfrentar isso de forma diferente, mostrando para a sociedade que nós queremos um Estado para todos, um governo para todos”, disse, em entrevista à Rádio Mix FM 94,3), na semana passada. 

Segundo Riva, o eleitor não quer esse tipo de comportamento no pleito deste ano. 

“Isso só deixa ele mais em dúvida. Nós queremos mostrar que temos condições de fazer as mudanças necessárias e o choque de gestão”, disse. 

O candidato do PSD afirmou que não pretende entrar na onda de ataques, mas disse que confia nos debates que irão mostrar quem são seus adversários.

“Não sou eu que vou mostrar quem são; muitos deles a sociedade não teve a oportunidade de conhecer. Não adiantar me convidar pra baixaria; meu tempo no horário eleitoral é muito pequeno e eu vou usar para debater propostas , mas sei responder à altura. Não pretendo atirar a primeira pedra, porque eu acho que a sociedade não merece uma campanha desse nível, não merece xingamentos”, disse. 

Improbidade

Sobre as acusações de que teria cometido atos de improbidade administrativa enquanto membro da mesa diretora da Assembleia Legislativa, Riva afirmou que nunca desviou ou roubou dinheiro público.

“Graças a Deus, eu não desviei dinheiro, eu não roubei. Infelizmente, o presidente do um poder ou o primeiro secretário, o prefeito, o governador assinam o cheque para pagar uma empresa, e ele não sabe a origem daquela empresa. Quem assina o cheque pressupõe que o processo todo, dali pra baixo, está correto”, disse. “O que aconteceu comigo e com o Bosaipo (Humberto) foi isso”, completou.

Riva e Humberto Bosaipo, respectivamente presidente e primeiro secretário da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, respondem a denúncias de desvio e apropriação indevida de recursos públicos do Poder Legislativo, por meio da emissão e pagamento com cheques para empresas inexistentes ou irregulares. 

“Eu fui prefeito em Juara durante seis anos e fiz uma gestão de referência. Não tive uma única ação de improbidade nesse período. Como deputado estadual eu assumi a Assembleia e quem sabe como eu a peguei, sabe como ela esta hoje, sabe o que eu fiz por esse poder que nós tiramos do lamaçal e colocamos como referência”, disse.

Riva lembrou que, hoje, boa parte do setor empresarial em Cuiabá quer ser um fornecedor da Assembleia porque sabe que vai receber em dia.
 
“O meu governo vai ser assim também: não vou admitir atraso de pagamento. Tem que haver planejamento. Se você tem uma empresa e paga o funcionário em dia, porque o Estado, que tem maior facilidade em prever os recursos que vão entrar, não vai pagar em dia?”, disse.

 

 

STEFFANIE SCHMIDT
DA REDAÇÃO

Comentários

Data: 22/07/2014

De: NOVO SANTO ANTONIO-MT

Assunto: MORALIDADE PUBLICA

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do “O Repórter do Araguaia”. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Comentário vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros e não está relacionado ao tema da matéria. Queira por favor, refazer seu comentário e reenviá-lo sem citar nomes.

Data: 21/07/2014

De: Sebastiana Ferraz

Assunto: uma piada !

“Graças a Deus, eu não desviei dinheiro, eu não roubei."
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Novo comentário