21/07/2015 - Polícia Civil autua aspirante da PM por tentativa de homicídio

O aspirante a oficial da Polícia Militar, M.S.V., de 28 anos, acusado de atirar dentro de uma casa noturna de Cuiabá, foi autuado pela Polícia Civil por tentativa de homicídio. 

M.S.V. foi encaminhado à Corregedoria da Polícia Militar, após apresentar-se ao 4º Batalhão da PM, em Várzea Grande, na manhã desta segunda-feira (20).

O delegado deverá concluir o auto de flagrante em 10 dias.

O caso aconteceu na madrugada desta segunda-feira, após o aspirante a oficial se desentender com C.O.S., de 42 anos.

A briga ocorreu por volta das 5 horas, no Valley Pub, localizado na Avenida Isaac Póvoas. No momento em que os tiros foram disparados, havia poucas pessoas na casa.

Testemunhas disseram que o PM estava armado com um revólver e atirou duas vezes para o alto, sem atingir o alvo.

Conforme o boletim de ocorrência, ambos chegaram a trocar socos no local.

De acordo com testemunhas, a briga teria ocorrido por causa de uma mulher. 

C.O.S. estava em um camarote com várias garotas e o aspirante teria flertado com uma delas, iniciando o desentendimento entre os dois homens.

O rapaz teria pedido ao PM para que saísse do camarote, pois não tinha sido convidado. O policial teria se recusado a deixar o local e entrado em luta corporal, acertando um copo em C.O.S., causando sangramento.

Na confusão, C.O.S. revidou e acertou um soco no aspirante, aumentando a pancadaria e culminando com os tiros disparados para o alto.

M.S.V. fugiu do local e funcionários da casa noturna acionaram a Polícia Militar. C.O.S. registrou queixa no Plantão Metropolitano da Capital.

O nome do PM ficou registrado no momento em que ele entrou armado na casa noturna.

O circuito interno de segurança da boate registrou toda a confusão e as imagens serão usadas na investigação, que será realizada pela Delegacia Distrital do Carumbé.

O aspirante a oficial da PM está lotado na Academia da Polícia Militar, no bairro Costa Verde, em Várzea Grande.

Apresentação

O aspirante se apresentou, na manhã desta segunda-feira, no 2º Comando Regional da Polícia Militar, em Várzea Grande.

De lá, ele foi conduzido por PMs até a Central de Flagrantes para prestar depoimento. 

Segundo os PMs, o aspirante entregou uma pistola calibre 380mm de sua propriedad,e e ainda está sendo feita a checagem para verificar se ele possui porte de arma.

Os policiais lembraram que a Academia da PM autoriza o uso de armas, mesmo durante o curso.

O delegado plantonista do Plantão Metropolitano da Capital, que atendeu a ocorrência, irá pedir a ficha de consumação do aspirante para saber se ele havia ingerido bebida alcoólica.

Após os tiros, o aspirante saiu do local dirigindo um veículo.

 

 

Adilson Rosa 
Da Redação

Comentários

Data: 08/03/2016

De: Negociando Empresas

Assunto: Negociando Empresas

Quer Comprar, Vender ou Avaliar uma Empresa?
www.negociandoempresas.com.br
Vendas e Avaliações de Empresas

Novo comentário