21/08/2012 - Servidora pública morre atropelada por motocicleta ao seguir para feira

A funcionária pública Olinda Maria de Souza, de 50 anos, engrossou as estatísticas que apontam o trânsito de Barra do Garças como um dos mais violentos de Mato Grosso. A servidora foi vítima de atropelamento na manhã de domingo, quando cruzava a Rua Moreira Cabral, no bairro São Sebastião. Olinda foi atingida por uma motocicleta em alta velocidade e morreu no local.

Segundo testemunhas, Olinda Maria de Souza, que trabalhava na copa da Secretaria Municipal de Turismo, se deslocava para a feira livre, onde também prestava serviços, quando foi colhida violentamente pela motocicleta Honda Broz, pilotada por Tássio Martins da Silva, de 20 anos. O impacto foi tão violento que a vítima sequer chegou a ser levada para o Pronto Socorro Municipal.

Tássio foi preso em flagrante por uma guarnição da Polícia Militar tentando fugir do local do acidente. Ele abandonou a motocicleta, mas acabou sendo identificado pelos policiais. Na Central de Atendimento da PM, o acusado se negou a passar pelo teste do bafômetro para medir o nível de teor alcoólico no sangue. “Ele foi autuado e entregue ao delegado de plantão para as providências cabíveis”, disse um dos policiais que atendeu a ocorrência.

De acordo com levantamento do 2º Batalhão de Polícia Militar (2º BPM), a cidade de Barra do Garças registra uma média ade três a cinco acidentes diários. As estatísticas apontam também que o trânsito mata mais do que armas de fogo na zona urbana do município.

 

De Barra do Garças, Francis Amorim

Cometários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário