21/08/2014 - Água Boa: Polícia civil prende quadrilha por de furto de gado e recupera 19 novilhas

A polícia civil prende quatro homens e recupera 19 novilhas sendo transportadas de caminhão furtadas em fazenda no interior de Água Boa.

O flagrante aconteceu na madrugada desta quinta-feira 21 de agosto na rodovia MT 414 a cerca de 30 km da sede do município.

O caminhão gaiola Mercedes Benz azul, placas ABR-5116 de Barra do Garças, carregado com as 19 novilhas foi aprendido, e o motorista um homem de 60 anos foi preso.

As vacas haviam sido furtadas momentos antes da vítima Claucir Lower em uma fazenda de arrendamento na região do rio 7 de setembro próximo a Visão.

Há cerca de 60 dias já havia sido furtadas 40 reses da mesma vítima nessa mesma propriedade.

Durante a abordagem ao caminhoneiro os batedores conseguiram fugir, mais foram presos ao amanhecer na cidade de Barra do Garças.

Os três comparsas estavam a bordo de uma pick up Ford Ranger cinza placas NJW-1688 de Barra do Garças que também foi apreendida.

Os presos foram conduzidos pelos policiais da delegacia de Barra do Garças e Araguaiana e chegaram à delegacia de Água Boa às 15h20 e estão sendo interrogados pela delegada Dra. Luciana Canaverde.

Participaram da operação que resultou no êxito das prisões as delegacias regionais de Água Boa e Barra do Garças e as delegacias municipais de Água Boa, Canarana, Nova Xavantina, Barra do garças e Araguaiana.  

Segundo a delegada Dra. Luciana Canaverde a polícia civil estava atrás de desvendar furtos de gado na que estavam ocorrendo com mais intensidade destes o mês de julho na região de Água Boa até Barra do Garças que poderá ser de autoria desta quadrilha que estão presos.

 

 

 

 

 

 

“Os policiais civis de todas as delegacias envolvidas, mesmo os que não estavam de plantão, trabalharam arduamente para obtermos o êxito desta operação” informou a delegada.

O gado apreendido foi restituído ao proprietário.

Mais informações serão repassadas nesta sexta-feira (22) para não atrapalhar as investigações.

 

 

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário