21/08/2014 - TRANSIÇÃO: Economia de Ribeirão Cascalheira demanda mais qualificação de mão de obra

Com 70% da economia baseada na pecuária e 30% na agricultura, Ribeirão Cascalheira tem pelo menos 34 treinamentos previstos para 2015. O presidente do Sindicato Rural, Adario Carneiro Filho explica que a parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT) tem contribuído muito para minimizar um dos principais problemas da região que é a  falta de mão de obra qualificada.

 

A economia do município passa por uma transição. O que até bem pouco tempo era área de pastagem está se transformando em lavoura. Para atender essa demanda que surge com a transição é preciso ter mão de obra qualificada.

 

Na lista de treinamentos mais  demandados estão os  relacionados ao setor  de máquinas e implementos agrícolas.  O presidente do Sindicato Rural  conta que a região passa por uma transformação econômica. Além da valorização das terras, a região também tem se desenvolvido com a  chegada de grandes empresas e de mais três silos para armazenagem de grãos.  “Tivemos uma valorização de cerca de 300% no valor de nossas terras”, ressalta Adário Carneiro Filho.

 

Ele enfatiza a importância dos treinamentos ofertados gratuitamente pelo Senar-MT e da parceria entre Sindicato Rural e a entidade de ensino rural. “É uma parceria importante e que deve ser mantida para que possamos continuar levando a qualificação para todos os cantos e recantos de nosso município”.

 

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário