21/10/2014 - Não fazemos questão de participar deste governo, dispara Wellington

O senador eleito, deputado federal Wellington Fagundes (PR), espera ser convidado a se reunir com o governador eleito Pedro Taques (PDT), para discutir interesses do Estado na próxima legislatura. “Até agora não recebi nenhuma ligação do Taques. O governador é o chefe do Executivo, então cabe a ele tomar a iniciativa”, pontua o republicano em entrevista ao Rdnews, na tv web RDTV, nesta segunda (20).

 

Para o deputado, o procedimento “correto” após a eleição é reunir com a bancada federal para montar estratégias de ações benéficas para Mato Grosso. Neste sentido, Wellington nega que o PR queira fazer parte do Governo Taques, uma vez que neste pleito a sigla subiu no palanque do adversário derrotado nas urnas, Lúdio Cabral (PT). “Não fazemos questão de participar deste governo”, esclarece.

 

De todo modo, o senador eleito ressalta que o partido ajudará na busca de melhorias para o Estado. Hoje o PR possui cinco deputados eleitos, sendo Mauro Savi, Sebastião Rezende, Emanuel Pinheiro, Nininho e Wagner Ramos, além de dois senadores, como Blairo Maggi e o próprio Wellington. “Acredito que o Pedro tem que fazer o governo com a cara dele. Mas estamos preparados para ajudar na governabilidade”, garante.

 

Já em relação às emendas, Wellington acredita ser difícil trabalhar de forma independente, uma vez que é preciso que os prefeitos e o governador exponham as necessidades do Estado. “Sou um político de construção e não oposição. Vou procurá-lo na hora certa”, admite referindo-se ao possível encontro com Taques.

 

Eleição

Wellington foi eleito com 48,19% dos votos válidos, o que representa 646.344 eleitores. O percentual foi 8% maior que o principal concorrente, Rogério Salles (PSDB), que obteve 40,36%. Esta é a primeira vez no Estado que um senador eleito de uma coligação adversária ao do governador é escolhido pela população para ocupar a vaga majoritária. O republicano está em cargo público desde 1990.

 

 

Tarso Nunes

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário