21/10/2014 - TSE julga registro de candidatura e Taborelly corre risco de perder vaga na AL

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deve julgar ainda nesta terça-feira, 21, o registro da candidatura de Valdir Barranco (PT), ex-superintendente do INstituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária de Mato Grosso, que disputou uma vaga à Assembléia Legislativa. Conforme for a decisão, a composição do Legislativo no Estado poderá sofrer alterações em relação ao resultado final divulgado após a apuração, no dia 6 passado.

 

Barranco teve 19.227 votos, mas acabaram não sendo computados. Os votos de Valdir estão congelados. Caso o TSE confirme o registro, a coligação “Coragem e Atitude pra Mudar III”, formada pelo PRP, PSC, PSDC, PRB e PV, deve perder uma vaga. Pode deixar a lista dos eleitos o vereador Perry Taborelli, de Várzea Grande, que obteve 18.526 votos. A outra é do vereador Wancley Carvalho, de Pontes e Lacerda, que obteve 19.639 votos.

A situação para Taborelli fica ainda mais complicada no caso de Antonio Peruzzo (PT), que obteve 15.229 votos. Juntos eles somam para a legenda 34.456 votos. Com isso, a coligação Amor à Nossa Gente I, que teve 465.698 votos no total, e conseguiu formar a maior bancada na Assembléia Legislativa, conseguiria mais uma vaga, passando de oito para a ocupação de nove lugares no Legislativo.

 

Barranco teve seu pedido de registro de candidatura rejeitado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) com base na Lei da Ficha Limpa, que proíbe a candidatura de gestores que tenham contas reprovadas. O Ministério Público Eleitoral (MPE) impugnou Barranco em decorrência da rejeição de suas contas relativas à época em que foi prefeito do Município de Nova Bandeirante.

 

Conforme o pedido do MPE, a impugnação fundou-se, em três impedimentos: rejeição de contas anuais de governo pela Câmara Municipal de Nova Bandeirante (exercício 2007); rejeição de contas de gestão pelo TCE de 2007 e 2009. O TRE seguiu o que pedia o MPE, que julgou pela impugnação.

 

 

Redação 24 Horas

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário