22/10/2014 - Viúva de Victor Queiros do Nascimento desabafa: “Ele ainda não recebeu o reconhecimento que merece em São Félix do Araguaia” Veja o Vídeo

Bastou alguns minutos de dialogo com a senhora Raimunda Oliveira do Nascimento viúva do senhor Vitor Queiros do Nascimento (Vitor Porra) e mãe do médico o médico ginecologista Dr. Claudio Queiroz que atende no hospital municipal de São Félix do Araguaia – MT, para mergulharmos na certeza de que se tratava de história viva. Diante dessa desse relato resolvemos transcrever na integra a narrativa da viúva do senhor Victor Queiros do Nascimento (Victor Porra), para avaliação dos internautas, a constatação dos mais velhos e informação da juventude. 

 

Segundo dona Raimunda, Victor ainda não recebeu o reconhecimento que merece, pois falaram que o hospital levaria o seu nome como forma de homenagear, mas nada levou o seu nome em São Félix do Araguaia, se estivesse vivo as pessoas jamais sofreriam por falta de atendimento na área da saúde, Victor fazia de tudo para salvar uma vida, considerado por alguns o pai da humanidade. Victor era um homem de sete oficio; enfermeiro, parteiro, padeiro, cozinheiro, agente da VASP e funcionário Público Federal do Serviço Proteção Índio (SPI), hoje FUNAI.

 

“Victor fazia de tudo para salvar uma vida, tinha prazer em tratar as pessoas, vê-los com saúde, não tinha distinção de cor, raça e nem de dinheiro, a alegria era ver o sorriso estampado no rosto das pessoas salvas. Ele dizia que não precisava de dinheiro, o importante era ver as pessoas sadias, felizes e trabalhando com saúde. Victor não era ambicioso por dinheiro, era sim ambicioso pelas pessoas, ver todos com saúde. Se não tinha dinheiro, tratava da mesma forma dos que tinham e ficava feliz ao vê-la as pessoas saudáveis. Nunca morreu ninguém nas mãos do Victor. O Janari morador de São Félix foi um dos pacientes levado para Goiânia quase morto, pois o mesmo estava com malária, quando retornou de Goiânia Victor “Porra” foi quem tratou, hoje encontra-se vivo agradece primeiramente a Deus e depois o saudoso Victor. Além de ser um referencial em São Félix do Araguaia também na cidade de Goiânia tinha referencia incomparável. Pessoas que deixaram seu legado na cidade e fazem parte de história de São Félix do Araguaia. Meu filho e médico Dr. Claudio e um dos melhores médicos de São Félix que além de médico é um pai, amigo e segue cumprindo o dever do seu pai que é de tratar da saúde das pessoas. O Claudio é igual o seu pai, Dr. Victor, sente feliz ao vê-lo um paciente bem e com saúde. Estou muito satisfeita de estar ao lado do meu filho que é médico, gosta muito do Araguaia e de pescar, sempre venho para São Félix do Araguaia por causa do meu filho. Todos os anos faço questão de vir no Araguaia, porque gosto desse maravilhoso lugar e de rever os amigos de muitos anos. Eu tenho muita amizade em São Félix, sinto saudade do Araguaia e meu filho ama esse lugar. Eu só não volto para São Félix porque não tenho meu marido se tivesse com certeza estaria em São Félix do Araguaia”, Finaliza dona Raimunda

 

Para o médico Dr. Claudio, que chegou a São Félix do Araguaia no ano de 1964 com o seu pai Victor Porra, logo em seguida foi para Goiânia estudar, terminou o curso secundário, passou no vestibular para medicina em Belém, onde formou.

 

“Ter sua mãe Dona Raimunda viva e ao seu lado é um privilégio. Não só para mim, mas para todos os amigos de São Félix. Sempre quando vem para São Félix, gosta de pescar, passear pela cidade para rever os amigos e todos querem conversar com ela, isso é um reconhecimento para mim. Eu fico muito satisfeito e todos os anos trago ela para São Félix, para que reveja todo passado da sua vida em São Félix. Saber que as pessoas reconhecem o trabalho que foi feito pelo meu pai. Minha responsabilidade é maior como profissional médico em função dos outros colegas, tenho duas vezes mais do que eles, pelo motivo de ter um pai que fez um trabalho de saúde nessa cidade maravilhosa, deixou um legado muito grande, vejo todos os momentos pessoas dizendo que meu pai quem salvou, ou fez vários parto, isso para mim é altamente gratificante e me passa uma responsabilidade maior em relação ao tratamento de saúde da população de São Félix do Araguaia”, concluiu Dr. Claudio.

 

 

Saiba um pouco de Victor Queiros do Nascimento (Victor Porra)

 

Victor Queiros do Nascimento e dona Raimunda Oliveira do Nascimento chegaram a São Félix do Araguaia em 1964 vindo de Araguacema/TO, como funcionário do antigo SPI Serviço Proteção Índio, hoje FUNAI, trabalhando como enfermeiro no hospital da Ilha do Bananal. Dona Raimunda teve 15 gravidez e foi mãe de 12 filhos.

 

Porque era chamado de Vitor Porra? Porque qualquer coisa ele dizia Porra. Era desse jeito. Pegou muitas crianças. O único médico na época era o médico o Dr. Cecílio e muita gente para ele atender, então vinha tudo para o Victor. Até cirurgia ele fazia, cortava mulher, costurava e fazia tudo. Victor foi candidato a prefeito de São Félix e foi eleito, porque tinha uns covardes. Victor trabalhou bastante e recebeu cinco votos dentro de São Félix do Araguaia.

 

Enfermeiro mais conhecido na região como Victor “Porra” foi um dos primeiro a chegar a São Felix do Araguaia e exercer sua função, praticamente como se fosse médico, tratando da população, por que na época o foco de malária era muito grande devido a aglomeração de pessoas, com chegada de nordestinos para a derrubada da fazenda Suiá–Missu (Posto da Mata), que era uma das maiores fazendas em extensão territorial do mundo. Victor Porra morava na Ilha do Bananal e vinha para São Felix do Araguaia, tratar as pessoas. Posteriormente ficou definitivamente na residência de São Felix do Araguaia e começou a tratar da população. Era o “médico” da população. Conheceu os fundadores de São Félix do Araguaia, Severiano Neves e as famílias antigas; saudosos, Moreira, Aldenor Milhomem, Vanderlei José o maior comerciante da região na época dono da farmácia seu Limoeiro, pai do ex-prefeito Filemon Limoeiro.

 

Além da função de enfermeiro exercia também a função de padeiro, foi agente da VASP na Ilha do Bananal, foi comerciante e o primeiro funcionário do Ministério do Trabalho e foi o primeiro a fazer as carteiras de trabalho aqui em São Félix do Araguaia.

 

Quando ele chegou à Ilha do Bananal existia um posto do SPI, um posto da SIDEP, um destacamento da FAB e um aeroporto asfaltado que foi construído pelo JK. Além do aeroporto JK construiu um hotel, considerado na época, de cinco estrelas, com todo o equipamento vindo do exterior, tudo em prata importada escrito JK, tinha uma fazenda dos índios karajá e o hospital do índio com equipamentos de alta tecnologia para época, tudo material importado. Tinha também uma lancha de passeio para locomoção do Presidente da Republica. Severiano Neves e Victor Porra eram amigos.  Victor Porra foi quem tratou da família de Severiano Neves.

 

Hoje São Félix do Araguaia é um pólo turístico do Centro Oeste do Brasil e eu acho que essa era a imagem que o Presidente JK queria dessa região, lamentavelmente isso não aconteceu naquela época, talvez por problemas políticos que deixaram de investir na continuidade do trabalho que o Juscelino, fez na região e em função disso tudo foi de água abaixo: o hotel acabou, acabou a fazenda dos índios, o aeroporto, acabou tudo.

 

 

Vanessa Lima/O Repórter do Araguaia

Comentários

Data: 15/11/2014

De: naldo

Assunto: meus reconhecimentos a victor querois do nascimento

me criei em são felix do araguaia hoje moro em aragarças go,peguei malaria duas vezes quando morei em são felix, fui medicado e tratado por victor querois do nascimento, sabe quanto paguei pelo tratamento nada, aqui vai os meus reconhecimentos de ser humano,a victor querois do nascimento.

Data: 24/10/2014

De: Ai ai....

Assunto: Tá bom!

Enquanto isso na sala de justiça... a cidade está uma sujeira, estão fazendo lixão por toda parte,lixo e animal morto, nepotismo na prefeitura, profissionais desvalorizados, plano de cargo e carreira, virou 2014 e nada, os secretários são reféns de uma gestão centralizada, que favorece . Essas histórias também poderiam ser contadas todos os dias.

Data: 24/10/2014

De: Lago Verde

Assunto: Victor

Minha mãe conta inúmeras histórias deste pioneiro de Sanfa, mas infelizmente nossos politicos tem memória curta e não se lembra de quem realmente construiu esta majestosa cidade que tanto amamos, esquecem porque será que não sem lembram?
Fica também minha indignação e no minimo um PSF deveria receber seu nome ou próprio Hospital daqui.
Da dado o recado.

Data: 22/10/2014

De: Eu

Assunto: votação

deveria colocar mais opções para votar, pois temos muitos estabelecimentos em são félix !!

Data: 22/10/2014

De: povao

Assunto: dois pesos duas medidas

e o telhado do posto de saude que desabou a reporter nao tem nenhuma informação ou esta omitindo informação

/

Data: 22/10/2014

De: ELEITOR DO ARAGUAIA

Assunto: Re:dois pesos duas medidas

Omitindo mesmo, pois o Baú não depositou o dim dim esse mês

Data: 22/10/2014

De: Gilvan santana

Assunto: familia nascimento

Familia Maravilhosa Tive A Oportunidade De Conviver Com Eles...

Data: 22/10/2014

De: povao

Assunto: saude

e o telhado do posto de saude que desabou a reporter nao tem nenhuma informação ou esta omitindo informação

Data: 22/10/2014

De: mateus

Assunto: Meu avô

Depois dessa sou obrigado a passar minhas férias em São Félix.
Kkkkkk

Data: 22/10/2014

De: Marta Milhomem

Assunto: reconhecimento

Conheci e convivi com "seu" Vitor e sua família, (éramos vizinhos). Uma família muito querida e amada até hoje em São Félix do Araguaia. Seus filhos e netos continuam vindo todos os anos em nossa cidade e sei como gostam de estar aqui revendo os amigos. Uma pessoa que tanto fez pelo povo de São Félix jamais poderá ser esquecida. Pelo contrário, tem que ser sempre lembrada e sua história tem que ser repassada . Todos os moradores mais antigos da região têm uma história pra contar a respeito de seu Vitor Porra. Ele foi e sempre será uma pessoa importante para São Félix. Um grande abraço para toda sua família, que também mora no coração dos saofelissenses.

1 | 2 >>

Novo comentário