21/12/2011 - Alto Boa Vista, ações para o progresso

 

O município de Alto Boa Vista está em festa neste dia 19 de dezembro, quando comemora mais um aniversário. Com uma economia baseada no agronegócio, a cidade segue rumo ao desenvolvimento sustentável. Para tanto, investimentos na área infraestrutural são necessários a fim de atrair investidores que acreditam no potencial da cidade. A presença do Governo do Estado também é impresncindível para que não exista mais o sentimento de divisão.

É por isso que sempre estivemos na luta por mais recursos e investimentos na região. Entre ações, a Assembleia Legislativa de Mato Grosso foi fundamental para a edição da Lei do Zoneamento Socioeconômico Ecológico (ZSEE), que ordena as ocupações de terras. Uma proposta que, após 10 anos engavetada no Governo, foi discutida em 15 audiências públicas. Agora, aguardamos o Novo Código Florestal em discussão no Congresso Nacional.

Na área da Saúde, conseguimos viabilizar ambulância para agilizar o atendimento móvel de emergência. Junto ao Governo do Estado conseguimos ônibus escolares, viaturas para a Polícia Civil e Polícia Militar, maquinários e óleo diesel para recuperação das estradas vicinais e vias urbanas. Além da aquisição de veículo e computador para o Conselho Tutelar da cidade.

Não poderíamos deixar de lembrar a necessidade de investirmos na Agricultura Familiar e o apoio aos assentamentos rurais. Por isso, viabilizamos um trator, equipamentos e materiais para atender a demanda, bem como um veículo para a escola agrícola, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar. Apoiamos a consolidação dos laticínios na região, que têm condições de gerar emprego e renda, melhorando significativamente a área econômica e social. Para a Gleba União, onde moram 120 famílias, temos levado infraestrutura com abertura de estradas e serviços essenciais.

Destinamos também emendas para asfaltamento de ruas e vias urbanas. E colaboramos para reforma de pontes na MT-433. As escolas municipais Betel e Boa Esperança receberam computadores para equipar as salas de informáticas das unidades. A realização da Expoalto vem trazer alegria e divulgação da cultura do povo de Alto Boa Vista. Festa bonita e que a cada dia ganha mais participantes. O acesso a telefonia móvel trouxe a cidade para a modernidade e foi grande o nosso trabalho para viabilizar o acesso ao sistema de telefonia celular. A regularização do sistema do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) foi outra vitória para a população, que agora conta com os serviços do órgão.

Com seus 5,4 mil habitantes, Alto Boa Vista ainda possui inúmeras demandas. Entre as bandeiras que encampamos, está a instalação de um campus do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) a fim de que os jovens não precisem deixar a cidade para estudar em outra localidade. Acreditamos que o acesso a educação superior e profissionante é a única forma de mudar a realidade do nosso país. Pedimos também a construção de uma escola no bairro Mãe Maria e construção de uma biblioteca e quadra poliesportiva coberta na Escola Estadual João Rezende de Azevedo. Solicitamos ainda a instalação de uma Unidade Descentralizada de Reabilitação no município.

Sabemos do impasse existente entre os moradores da Gleba Suiá Missu, que disputam a posse da terra com índios da etnia Xavante. Temos buscado ações para solucionar o problema. Não dá para retirar desta terra os produtores. Em minha opinião, a saída mais prudente seria remanejar os indíos para uma área melhor, com preservação da natureza. E, defendendo essa tese, chegamos a ir a Brasília para discutir o assunto no Ministério da Justiça.

É por isso que nesta data festiva queremos ratificar o nosso compromisso com a população de Alto Boa Vista, para que seja esvaziado o sentimento de divisão a partir de ações que promovam o progresso na cidade!

Parábens, Alto Boa Vista!

·         José Riva, presidente da Assembleia Legislativa de MT

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário