22/01/2016 - Rodovias federais em MT serão leiloadas

22/01/2016 - Rodovias federais em MT serão leiloadas

Duas rodovias federais de Mato Grosso, a - BR-364/060/MT/GO e a BR-163/MT/PA, além da ferrovia que vai sair de Lucas do Rio Verde (332 quilômetros ao médioNorte de Cuiabá), até Miritituba, no Pará, serão leiloadas em 2016. A garantia foi dada pelo Ministério do Planejamento que trabalha com a previsão de leiloar no ano 8 trechos de rodovias, 4 de ferrovias, 4 aeroportos, além de 5 áreas em portos.

As duas rodovias fazem parte do Programa de Investimento em Logística (PIL), anunciado em junho do ano passado peloGoverno federal, com previsão de investimentos de R$ 198,4 bilhões, mas, que praticamente ainda mal saiu do papel, já que, dos 30 projetos existentes, apenas dois foram a leilão.

A previsão é de que este ano oito rodovias, quatro ferrovias e quatro aeroportos sejam leiloados. São obras de infraestrutura que podem representar investimentos de R$ 69,4 bi.

Os leilões de rodovias têm sido os mais freqüentes na área de logística. Desde o anúncio da primeira fase do PIL, em agosto de 2012, já foram realizados 7. O que gera mais dúvidas nesse pacote é a parte que envolve ferrovias, que ainda não teve o novo modelo de concessão testado em leilões. A área tem sido anunciada como prioridade desde 2014, mas ainda tem sido alvo de questionamentos tanto de investidores como do próprio Tribunal de Contas da União (TCU).

Atualmente Mato Grosso tem dois trechos de rodovias federais sob comando da iniciativa privada, a BR-163 entre os municípios Itiquira (divisa com Mato Grosso do Sul)e Rondonópolis e de Posto Gil a Sinop, trecho com extensão de 850,9 quilômetros, que está na responsabilidade da Rota do Oeste, empresa daOdebrecht Transport. A empresa assumiu a administração da rodovia em 20 de março de 2014, por meio de um contrato de concessão firmado com o Governo Federal, com validade de 30 anos.

 

 

Luiz Acosta, repórter do GD

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário