22/04/2016 - Polícia Civil cumpre mandados judiciais e prende 27 pessoas em Confresa

22/04/2016 - Polícia Civil cumpre mandados judiciais e prende 27 pessoas em Confresa

A segunda fase da operação “Civil na Carga Máxima” na Regional de Confresa, totalizou vinte e cindo mandados judiciais cumpridos, sendo 18 de busca e apreensão e 7 prisão, 14 autos de prisão em flagrante, que resultaram em 27 presos, em toda área do polo. A operação foi deflagrada na terça-feira (20.04), para combater a criminalidade em todo Estado de Mato Grosso. 

 

A operação contou com a participação de todo efetivo do polo de Confresa, entre investigadores, escrivães e delegados, além do emprego de todas as viaturas na ação. As situações de flagrante abrangeram diferentes crimes, como o tráfico de drogas, associação para o tráfico, porte e posse irregular de arma de fogo de uso permitido, entre outros, além da lavratura de nove termos circunstanciados de ocorrência e dois atos infracionais.

 

Durantes as ações realizadas, foram abordadas 286 pessoas sendo 81 delas conduzidas para averiguação, além de serem apreendidas porções de pasta base de cocaína e maconha, 03 armas de fogo, longas e curtas de calibres variados, 17 munições de diversos calibres, R$ 2.308,00, 11 em dinheiro, veículos produtos de crime.

 

Dentro da megaoperação, a Delegacia Regional de Confresa deflagrou as operações “Orlov” que visava reprimir o comércio ilegal de arma de fogo e “Viúva Negra”, a qual tinha o objetivo de apurar um homicídio, ocorrido em 2015. As investigações que culminaram nas duas operações iniciaram há cerca de 10 meses.

 

O homicídio que vitimou Neomário Pinto Araújo aconteceu no dia 13 de maio de 2015, na Rodovia MT 430, que liga a cidade de Confresa a de São José do Xingu, próximo ao loteamento Arco Íris. A vítima foi alvejada por disparos de arma de fogo, quando se dirigia em sua motocicleta em direção ao frigorífico, em que trabalhava.

 

Durante as investigações, os policiais civis conseguiram identificar como autores do crime a convivente da vítima, Fabiana Félix dos Santos e o seu suposto amante no período, Manoel de Jesus Wanderley da Costa, o “Manoelzinho” e Luiz Dias da Silva, conhecido como “Luizão”, amigo de Manoel que teria se prontificado a executar a vítima. Segundo a Polícia, o crime foi motivado por uma ameaça que a vítima teria proferido contra a sua companheira e seu amante.

 

O Delegado Regional de Confresa, Marcos Leão, considerou excelente o resultado da operação e destacou que as ações empreendidas propiciarão maior sensação de segurança à população da região. “Ao lado das operações contínuas de repressão à criminalidade, serão implementadas as ações preventivas, tais como as que já estão em andamento desde o ano de 2015, com os programas De Bem Com a Vida e De Cara Limpa Contra as Drogas, da Polícia Judiciária Civil”, destacou o delegado.

 

 

 

Fonte: AMZ Noticias com Assessoria

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário