22/07/2015 - Mesa Diretora da AL convoca deputados para votar LDO nesta quarta, mas Zeca Viana vai pedir vistas para obstruir

A Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Mato Grosso convocou os deputados estaduais para sessões extraordinárias, nesta quarta-feira (22), destinadas à votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2016. O deputado Emanuel Pinheiro (PR) confirmou que vai entregar a LDO, com as correções que considera necessárias, às 9 horas, no gabinete do presidente da Assembleia, deputado Guilherme Maluf (PSDB).

“Apresentamos emendas que serão inseridas na LDO socializando com as demais unidades orçamentárias a prestação do atendimento da saúde judicializada”, observou ele, para reportagem do Olhar Direto, durante a cerimônia do Hospital São Benedito.

O deputado Zeca Viana (PDT) reiterou em conversa com Pinheiro nesta manhã que pretende pedir vistas da LDO. Na última sessão ordinária do primeiro semestre, ele já tinha manifestado sua decisão de pedir vistas. Cada pedido de vistas concedido, obrigatoriamente, adia em pelo menos cinco dias a votação.

O vice-presidente da Assembleia, deputado Eduardo Botelho (PSB), explicou que a auto-convocação não implica em pagamento de jetons aos parlamentares. “A Mesa Diretora fez a auto-convocação e o trabalho será pelo salário que o parlamentar já recebe normalmente”, afirmou Botelho.

Emendas

No relatório de Pinheiro consta também emenda que assegura a reposição integral do Regime Geral de Atualização (RGA), em maio de 2016. Outra emenda determina o pagamento do salário até às 7 horas do último dia do mês em curso.

A emenda mais polêmica, porém, é a que obriga os institutos que receberem dinheiro público a prestar contas ao menos duas vezes por ano, na Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária da Assembleia.

“Eles devemos destinar maior aporte de recursos para qualificação de pessoal”, ponderou Pinheiro, ao revelar que se enquadra, na situação, a Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja), Cipem, Associação dos Produtores de Algodão (Ampa) e Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), entre outras.

 

 

Da Redação - Ronaldo Pacheco

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário