22/07/2015 - Recursos do mutirão fiscal irão para Saúde

O governador Pedro Taques participou nesta terça-feira (21.07) do início das atividades do Hospital São Benedito, em Cuiabá. Ao lado do prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes e do ministro da Saúde, Arthur Chioro, o chefe do Executivo Estadual afirmou que a saúde é tratada como prioridade da gestão e que já determinou que 1/3 do que for arrecado no Mutirão Fiscal será investido na saúde. 

 

Além dos R$ 2 milhões mensais para a manutenção da unidade, o governador lembrou que o Estado repassará R$ 50 milhões em parcelas mensais para a construção do novo Pronto-Socorro, com mais de 300 leitos em Cuiabá. “Saúde é investimento, por isso estamos realizando essas ações”, disse. 

 

Taques ressaltou que a gestão tem compromisso em terminar o Hospital Central, localizado no Centro Político Administrativo, cujas obras estão paradas há 20 anos. O governador afirmou que a unidade será construída com apoio da sociedade em um projeto que será apresentado nos próximos dias pela primeira-dama, Samira Martins e o secretário de Estado de Fazenda, Paulo Brustolin. 

 

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, disse estar admirado com a qualidade do hospital, destacando que raramente uma unidade é inaugurada pronta para o uso. Logo após a visita ao centro-cirúrgico, o local recebeu o primeiro paciente para ser operado. 

Chioro garantiu que, apesar dos cortes no orçamento devido ao ajuste fiscal, a saúde não terá menos recursos que em anos anteriores, o que possibilitou a ajuda no custeio da nova unidade. O Ministério da Saúde fará repasse de R$ 36 milhões anuais para a manutenção do São Benedito. 

 

O governador Pedro Taques convidou o ministro da Saúde para voltar a Mato Grosso no próximo mês, durante o lançamento de um programa para erradicação de hanseníase no Brasil. Mato Grosso figura no topo da lista dos estado com o maior número de casos da doença. Taques garantiu que o governo vai fortalecer a atenção básica para combater o crescimento da doença e tratar os diagnosticados. Lembrou que uma das ações é o projeto de lei que duplica os repasses aos municípios na atenção básica. 

 

O prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes, agradeceu ao governador por ajudar a resolver os problemas de saúde da Capital. Lembrou que é grande o número de pacientes do interior de Mato Grosso que acaba sendo socorrido na cidade. 

 

Segundo o gestor, o último hospital inaugurado em Cuiabá foi em 1984. “Estamos muito felizes, esse hospital é fruto de um trabalho conjunto em que estamos envolvidos desde o início da nossa gestão. Tivemos muitas reuniões no Ministério da Saúde e finalizamos esses diálogos com o governador Pedro Taques e o ministro Chioro. Temos a honra de inaugurar esse espaço público de saúde, para que possamos melhorar a infraestrutura da rede de saúde”, disse o prefeito. 

 

 

Da Redação

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário