22/09/2014 - Mulheres sofrem discriminação e preconceito na disputa pelo voto

 A legislação eleitoral obriga os partidos a ter 30% de suas vagas a cargos eletivos formadas por mulheres. Obriga, mas não acompanha e não pune as siglas que durante os pleitos eleitorais rejeita, discrimina e retira da propaganda eleitoral as mulheres. Neste pleito esta situação é facilmente percebida na propaganda eleitoral do PTB, onde apenas três nomes, todos de homens aparecem dia sim, dia também, no horário para deputado estadual: Neto Galindo, que vem a ser filho do cacique da sigla, Chico Galindo, Marquinhos, presidente do diretório municipal e Carequinha, atuante militante no interior. Os demais ficam fora.   

Esta situação é acompanhada também nas outras siglas, onde as mulheres são vistas apenas como o cumprimento primordial da lei de vagas a um cargo eletivo. Para cada mulher na disputa o partido pode indicar três homens. “Depois o que se vê são as mulheres atiradas ao lado, sem o apoio dos partidos, das coligações, sem condições de ter uma equipe de apoio para trabalhar. Só servimos para fazer número, ostentar o agrado machistas impostos pelos partidos”, disse uma candidata do PTB, que disse já ter procurado até o presidente do partido, o ex-prefeito Chico Galindo para reclamar da discriminação e que como resposta ouviu apenas que iria ver o que poderia fazer, sem tomar nenhuma medida contra este desrespeito à lei. “Pior do que os partidos é o Tribunal Regional Eleitoral que acompanha a campanha de rádio e TV, vê este desrespeito e não toma nenhuma providência”, completa a candidata, que reclama também da ajuda que é dada às mulheres. “Um valor que não dá para bancar a contratação de equipes de apoio, enquanto que os homens recebem muitas vezes mais”, esbraveja.   

A reclamação feminina tem sentido quando se vê que a Assembleia Legislativa tem apenas duas deputadas estaduais e que na Câmara Federal, Mato Grosso não é representada por nenhuma mulher. Na assembleia estão Luciene Bezerra e Tetê Bezerra. As duas amparadas por seus maridos que foram prefeitos de Juara e Rondonópolis e não por suas forças políticas e sociais.   

Nesta eleição apenas duas mulheres estão se destacando e com chances de conseguir uma vaga na Assembleia Legislativa. Uma por força do nome da família, Janaína Riva, que disputa o cargo do pai, o hoje presidente do legislativo estadual José Geraldo Riva (PSD). Não tem expressão política, mas tem a força da familiocrácia. A outra é Adriana Vandoni, economista e blogueira, que se notabilizou nos últimos anos em criticar o governo, seja ele qual for. Mas, ao contrário de Janaína não tem a força paterna e a possibilidade da transferência de votos. Assim, não terá facilidade para conseguir uma cadeira no parlamento estadual.   

No caso de Janaína Riva, ninguém acredita que será um fenômeno de votos, como seu pai José Geraldo Riva, que na última eleição foi o campeão de votos no Brasil com 145 mil votos. Na família e no partido a previsão é de que terá em torno de 50 mil votos. Adriana Vandoni, candidata da oposição figura com boas chances de se eleger. Mas, no entanto, ela corre risco vindo de uma aliança onde também pouco aparece no horário eleitoral.    

Ela se vale do fato de ser blogueira e estar sem postando seus comentários nas redes sociais. Resta saber se esta notoriedade lhe será suficiente para angariar votos.   Outra voz feminina é a combatente Nicinha, de Várzea Grande. Ela foi candidata a vice de Tião da Zaeli, cuja chapa acabou derrotada em 2012. 

 

 

aldemir Roberto e Maurício Cruvinel| Redação 24 Horas News 

Comentários

Data: 22/09/2014

De: CAMARADA

Assunto: ESTRADA DA ILHA



CADE A BALÇA FILEMON QUE O DALTINHO DISSE QUE TU SUMIU COM ELA
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK A PC O BAU TROUXE DE VOLTA AGORA SERA QUE O NEGO VEIO VAI TER QUE A BALÇA "QUEDI A BALÇA"

Data: 22/09/2014

De: ZAELI

Assunto: FITA

GENTE AFALTA DE VERGONHA DAS PESSOAS SURPREENDE NÃO É MESMO?

TEM GENTE LÁ NA CONFRESA QUE TÁ DOIDA, DESESPERADA, EM PÂNICO PRA ELEGER O DALTINHO. PREOCUPANDO MAIS QUE O PROPRIO CANDIDATO, SERÁ PORQUE HEIN?

O ABSURDO DOS ABSURDOS EU VI HOJE DIZENDO QUE ESPERAM 30 MIL VOTOS NO ARAGUAIA (RISOS). MAIS AINDA, O CANDIDATO DISSE QUE NINGUEM FEZ MAIS PRO ARAGUAIA QUE ELE.

SÓ LEMBRANDO QUE ELE ERA SUPLENTE DA TÉTÉ BEZERRA, FOI EXPULSO DO PMDB E ASSUMIU VAGA EM OUTUBRO DO ANO PASSADO. EXERCEU POUCO MAIS DE UM ANO DE MANDATO.

O QUE ELE FEZ?? BEM, A REALIDADE É OUTRA. LÁ NO SITE DA AL CONSTA QUE ELE FEZ "GRANDIOSAS" 6 AÇÕES: 3 REQUERIMENTO; 2 PROJETO DE LEI E 1 OFÍCIO.

MEU DEUS DO CÉU HEIN?! LEMBRANO QUE NA ELEIÇÃO PASSADA ELE TEVE 785 VOTOS EM CONFRESA E 556 EM VILA RICA.

PARA TUDO, MAS A FAMILIA DELE NÃO MORA EM VILA RICA? SÓ ESSA MERRECA DE VOTO?? XIIIIIIIII, SEI NÃO HEIN, ESSE BARCO É FURADO...

Data: 22/09/2014

De: Eleitor

Assunto: Re:FITA



e O BAIANO FILHO, QUE QUASE FAZIA UMA BOA PRA SÃO FELIX, NA CALADINHA QUERIA TRANSFERIR A FUNASA PARA CONFRESA,

Data: 22/09/2014

De: eleitor 2

Assunto: Re:Re:FITA

Eleitor, concordo com você o Baiano Festa é outro que vai se surpreender nas urna. Vamo varrê esses mala daqui!!

Data: 22/09/2014

De: GIL

Assunto: RAUL

GENTE AFALTA DE VERGONHA DAS PESSOAS SURPREENDE NÃO É MESMO?

TEM GENTE LÁ NA CONFRESA QUE TÁ DOIDA, DESESPERADA, EM PÂNICO PRA ELEGER O DALTINHO. PREOCUPANDO MAIS QUE O PROPRIO CANDIDATO, SERÁ PORQUE HEIN?

O ABSURDO DOS ABSURDOS EU VI HOJE DIZENDO QUE ESPERAM 30 MIL VOTOS NO ARAGUAIA (RISOS). MAIS AINDA, O CANDIDATO DISSE QUE NINGUEM FEZ MAIS PRO ARAGUAIA QUE ELE.

SÓ LEMBRANDO QUE ELE ERA SUPLENTE DA TÉTÉ BEZERRA, FOI EXPULSO DO PMDB E ASSUMIU VAGA EM OUTUBRO DO ANO PASSADO. EXERCEU POUCO MAIS DE UM ANO DE MANDATO.

O QUE ELE FEZ?? BEM, A REALIDADE É OUTRA. LÁ NO SITE DA AL CONSTA QUE ELE FEZ "GRANDIOSAS" 6 AÇÕES: 3 REQUERIMENTO; 2 PROJETO DE LEI E 1 OFÍCIO.

MEU DEUS DO CÉU HEIN?! LEMBRANO QUE NA ELEIÇÃO PASSADA ELE TEVE 785 VOTOS EM CONFRESA E 556 EM VILA RICA.

PARA TUDO, MAS A FAMILIA DELE NÃO MORA EM VILA RICA? SÓ ESSA MERRECA DE VOTO?? XIIIIIIIII, SEI NÃO HEIN, ESSE BARCO É FURADO...

Novo comentário