22/09/2015 - Ação contra Silval Barbosa segue parada na Justiça

Após um ano da prisão do ex-governador do Estado, Silval Barbosa (PMDB), por posse ilegal de arma de fogo, a ação contra ele ainda não foi julgada pela Justiça de Mato Grosso. O processo, que tramita na Décima Vara Criminal, está parado desde março deste ano.

Silval, que está preso devido as investigações da Operação Sodoma, teve a primeira prisão efetuada em maio de 2014. Durante o mandado de busca e apreensão da 5ª fase da Operação Ararath, a Polícia Federal encontrou, durante as buscas em seu apartamento, uma pistola calibre 380, sem documentação.

Na ocasião, o ex-governador ficou detido quase um dia na sede da PF. O peemedebista pagou uma fiança de R$ 100 mil e foi liberado em seguida.

Após o fato, houve um pedido de anulação feito pelo próprio ministro, Jorge Mussi, proferida em novembro do ano passado. Mussi destacou no despacho que como há a impossibilidade da autoridade policial, de ofício, em abrir inquérito para apurar conduta de detentor de prerrogativa de foro, o mesmo impedimento vigora na hipótese de prisão em flagrante.

Foi determinado também a devolução imediata do montante pago por Silval.

 

Fernanda Escouto, repórter do GD

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário